[ editar artigo]

Mecanismos de defesa: o motivo é nobre, mas o resultado não!!!

Mecanismos de defesa: o motivo é nobre, mas o resultado não!!!

Acabei de assistir um vídeo, que recomendo, e vou deixá-lo no final do texto. O título é: "Procrastinação: um mecanismo de sobrevivência". Super vale a pena ver.

Como eu tenho TEPT, que é uma doença que afeta o funcionamento natural do Sistema Nervoso, temas que falem sobre o funcionamento do corpo devem me interessar por demais (pelo menos deveriam), porque vivemos literalmente fora de nossos corpos quando somos traumatizados. Aqui, fiz uma confissão, eu resisto a esse tema, mas faz parte do mecanismo de defesa.

Claro que o vídeo não se reduz a esse "pequeno" grupo (que nada tem de minoria), mas pessoas mais estáveis também costumam procrastinar. Eu não vou entrar tanto no mérito do tema, porque o vídeo explica bem demais, e eu estaria chovendo no molhado.

O que eu quero mesmo acrescentar é a importância de compreendermos o quanto mecanismos de defesa inconscientes podem nos levar a ser menos, realizar menos, viver menos. Mas, primeiro vale colocar aqui o conceito sobre: "Mecanismo de defesa ou ajustamento designa em psicologia em geral, e na teoria psicanalítica em particular, as ações psicológicas que têm por finalidade reduzir qualquer manifestação que pode colocar em perigo a integridade do ego, onde o indivíduo não consiga lidar com situações que por algum motivo considere ameaçadoras". (Referência: Wikipédia).

Não que os mecanismos estejam errados, mas porque eles cumprem uma função que pode ser reavaliada, graças a genialidade do Divino, que nos deu a consciência para tal. O mecanismo de defesa é uma série de comportamentos, crenças e respostas corporais e/ou emocionais que usamos para nos manter vivos em qualquer situação que, particularmente, pareça-nos perigosa.

O problema é que esses mecanismos atuam em nós desde muito cedo, criando formas que mais adiante não serão mais eficientes e se tornarão mais dolorosas do que as situações que tentam evitar.

O que realmente desejo destacar aqui é o fato de que, muitas vezes, terminamos por fazer coisas, e procrastinar é apenas uma delas, que nos prejudicam enormemente, sem que tenhamos a noção disso, não só porque deixamos de exercer certas funções na vida, mas porque somos julgados por isso, o que termina reforçando o mecanismo.

A intenção desse texto é mais chamar a atenção e estimular as pessoas a procurarem conhecer melhor seu próprio funcionamento interno, o que não só trará um novo olhar sobre si mesmo, mas a alentadora compreensão sobre o outro.

Veja o vídeo, aceite-o, identifique seu medo ou vergonha e vá ser feliz.

 

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Simone Belkis
Simone Belkis Seguir

Simone Belkis se formou em Letras na UFPR. É uma estudiosa do esoterismo e cantante. Seu amor maior são os livros. Escrever é sua forma de criar o famoso mundo melhor, e sua praia é contar suas próprias descobertas para inspirar pessoas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você