[ editar artigo]

Misturinhas

Misturinhas

Todas as coisas têm dois lados. O papel do professor é ajudar o aluno a descobrir o outro lado das coisas. Além disso, o professor também ensina a incluir essa nova faceta. Mas isso por si só ainda não basta. Também é preciso que o aluno tenha a oportunidade de experienciar quais dinâmicas se estabelecem quando ele entra em contato com o outro lado das coisas. Como o antigo e o novo interagem nele, e o que isso produz, como resultado, a cada instante. Ele pode ser ajudado a perceber que essa interação é dinâmica e sempre inconclusa. Compreender essa dinâmica significa ajudar o aluno a se aproximar da natureza impermanente das coisas e de si mesmo.

Com a Educação Sistêmica, ensinamos as crianças a perceber essas dinâmicas através da demonstração e vivência no corpo da integração entre o papai e a mamãe nelas. Quando elas percebem no corpo que são a misturinha perfeita entre dois diferentes, elas podem, então, abrir-se com maior facilidade para a inclusão do outro lado das coisas, pois percebem em si mesmas a sensação de ser o resultado de uma integração funcional entre o que é diverso. O medo do novo é resultante das crenças e imagens que elas possuem sobre o papai e a mamãe, por exemplo, se eles se separaram, ou se brigam muito, ou se falam mal um do outro, etc. Quanto mais damos espaço para o exercício dessa percepção, mais as crianças se aproximam de um desenvolvimento pleno e livre de amarras.

Essa é a alegria de ensinar.

Leo Costa
Instituto Alegria

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Leo Costa
Leo Costa Seguir

Educador há 25 anos! Cria de professora, olha no que deu. Terapeuta e Educador Sistêmico, sendo o que faz, fazendo o que é.

Ler conteúdo completo
Indicados para você