[ editar artigo]

Não existe isso de pais biológicos e pais adotivos

Não existe isso de pais biológicos e pais adotivos

Nós podemos nos tornar pais, por via biológica, ou podemos nos tornar pais por via adotiva.

Aqueles que se tornam pais por via biológica são também genitores, mas nem todos os genitores querem ser pais, mas eles são genitores, então tem genitores que não são pais e existem pais que não são genitores... existem  genitores que parem seus filhos e doam seus filhos, ou tem o pátrio poder retirado, pelo judiciário, por uma questão de que não estão sendo os guardiões, assistindo devidamente os  seus filhos.

Nós amamos aquilo que nos faz bem, por exemplo, nos EUA, usa-se "I Love You" para tudo, porque você ama aquilo que você gosta. Agora, nós honramos aqueles que fizeram algo essencial para as nossas vidas, e honrar não é se relacionar todo dia, honrar não é cuidar, não é manter uma frequência de amizade disso ou daquilo, cada coisa precisa estar em ordem e a ordem começa pela ordem e pelos conceitos.

Então, eu quero dizer pra vocês, que não me importa o que outros consteladores  falam, eu não sei se Hellinger falou que tem que amar o pai e a mãe, não sei se ele falou! Se ele falou, ele errou, ou se ele falou outra coisa, o interprete traduziu desse jeito... Também errou, porque a gente tem que honrar o nosso pai e a nossa mãe, ou a gente tem que honrar o genitor e a genitora, mas amar é uma coisa que a gente conquista, que o sujeito do amor tem que conquistar, tem que merecer, amar não é de graça. Meus queridos, o amor de graça, é dos adultos em relação as crianças,  é dos pais em relação aos filhos.

Um terapeuta precisa ter estas coisas claras na cabeça dele. Se ele não tem claro, como é que ele vai ajudar a colocar isso de forma clara? Daí esse cliente é filho de uma pessoa que é disfuncional. Essa pessoa só não teve seu pátrio poder retirado porque no Brasil a justiça olha! Lá, não funciona pra todo mundo que quer....enfim, se fosse olhar ao pé da letra, muito mais gente ficaria destituída, muito mais pessoas cresceriam em abrigos, sem ter essas figuras parentais que mais atrapalham que do ajudam. Seriam apenas genitores, pronto! Iria crescer de modo funcional, de forma coletiva, num lugar que a assistisse realmente com respeito com as pessoas.

O seu cliente, vem para a terapia, um adulto, cujo genitor colocou no sexto do lixo, e alguém adotou, esses sim são seus pais. Então, pobrezinho desses pais, por via adotiva, ficam escutando essa canção, o canto da sereia desses mitos de constelação que você tem que amar o seu pai e a sua mãe, e ai tem que amar os pais biológicos, se reconciliar como ele,  fica esse angu de caroço, passando massa corrida em cima da madeira podre, né?! Isso não vai resultar em nada, só vai gastar dinheiro e o tempo. 

 

"Se você quer alguma coisa na vida, você não pode brincar com isso, ao menos que você não se importa você tem que fazer o necessário, não é  o possível, é o necessário."

Olinda Guedes

Escola real

Amor incondicional

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você