[ editar artigo]

O que isso fala sobre mim?

O que isso fala sobre mim?

Na minha busca por desenvolvimento pessoal, aprendi a me fazer a seguinte pergunta em situações negativas e, agora, estou começando a me propor o mesmo questionamento nas situações positivas. " - O que isso fala sobre mim?"

Após ter compreendido na prática o que são projeções (como explica a Psicologia), eu comecei a olhar mais para aquilo que atraio, e tenho obtido respostas interessantes e, obviamente, nem sempre agradáveis. Mas, tudo bem, isso faz parte.

Falando assim meio por cima, uma vez que não sou profissional da área, a psicologia diz que projetamos (como forma de defesa) nossa sombra no outro, querendo dizer que apontamos o dedo na cara dele quando vemos (inconscientemente) algo que não gostamos em nós. Outro lance interessante que aprendi é que projetamos as emoções sempre e nem sempre o comportamento, por isso é comum apontar o dedo e dizer que jamais faria o que o "fulaninho" fez e que você não gostou.

Mas, quando conseguimos identificar a emoção que nos liga negativa ou positivamente ao outro é a glória, a compreensão máxima de quem somos. Afinal, o autoconhecimento é uma das ferramentas mais perfeitas para as conquistas da vida, e a outra é a autoaceitação.

Então, quando chegamos ao nível de poder nos questionar honestamente, e eu admito que estou apenas começando, passamos a entender quem somos, como chegamos a ser o que somos, o que afinal queremos e, o mais importante, o que desejamos e não estamos sendo capazes de atender.

Lidar com as nossas sombras nunca é uma tarefa fácil, mesmo quando colocamos no escuro e na negação nossos maiores talentos, porque outras pessoas apontaram para nós como se fosse errado sermos bons em ser nós mesmos. E isso é bem mais comum do que parece. A gente só fica constrangido em admitir que pessoas que amamos ou que nos amam possam nos criticar com o intuito real e nem sempre inconsciente de derrubar nossa autoestima e amor próprio. Mas, isso também faz parte, em um mundo onde crescemos cronológica e fisicamente, mas permanecemos crianças emocionalmente.

O que importa para o buscador, aquele que deseja sinceramente ser melhor, é reconhecer-se e descobrir que por trás de uma sombra "feia" ou "maravilhosa" existe uma razão, e que por trás disso existe algo a ser transformado, algo que pode ser moldado para o bem ou algo que pode apenas ser mostrado, porque já é perfeito do jeito que é.

Experimente qualquer hora dessas, fazer -se essa mesma pergunta: "- O que isso fala sobre mim?".

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Simone Belkis
Simone Belkis Seguir

Simone Belkis se formou em Letras na UFPR. É uma estudiosa do esoterismo e cantante. Seu amor maior são os livros. Escrever é sua forma de criar o famoso mundo melhor, e sua praia é contar suas próprias descobertas para inspirar pessoas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você