[ editar artigo]

ORDENS DA AJUDA

ORDENS DA AJUDA

“Quem se importa serve. Só serve quem se importa.”

Bert Hellinger cita Cinco Ordens da Ajuda:

  • Auxiliar na medida que pode;
  • Tomar a realidade como ela é (considera o todo para encontrar uma solução possível);
  • Tratar o outro como adulto (amadurecido, como adulto, como iguais);
  • Quando ouvir a queixa do paciente, não considere somente o agora, considere todo o sistema e antepassados – cliente é parte do todo.

Você só pode ajudar alguém e ao sistema da pessoa, se tiver um bom lugar no seu coração para a questão. Sem julgamentos. Reconhecer no seu coração para depois ajudar.

Nas constelações existe uma gramática que traz a luz alguns movimentos. A leitura dos movimentos que o campo informa podem surgir desde o agendamento da sessão até o final dela. Cabe ao Constelador ter conhecimento suficiente para que esta leitura possa acontecer.

A partir do atendimento, o trabalho pode transcorrer com frases de solução que podem ter direcionamento para pertencimento, compensação e ordem. As frases não são prontas, nem tão pouco decoradas, representam o que o cliente necessita naquele momento.

Quando a constelação termina, é importante, que haja um bom fechamento com questões: Como você está? O que você leva daqui? O que você esperava e o que recebeu?

É preciso ter cuidado para encerrar o atendimento.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você