[ editar artigo]

Papai me ensinou!

Papai me ensinou!

Foi um sintoma simples ou uma simples tosse. Foi com o meu pai, meu papai!

E Deus quis e assim se fez. E foi lindo de se ver. Foi triste mas foi também lindo. Ver o meu pai falar: "Faça em mim conforme a Sua Vontade. Eu estou pronto". E mandou chamar o padre. E ficaram a sós no quarto da casa da minha irmã. E do lado de fora, se ouvia as gargalhadas dele e do padre. O que será que eles falavam? Tive vontade de procurar o padre depois, por curiosidade.  

Me lembro que alguns dias antes da partida, sentados à beira da cama ele, minha irmã e eu, nossos olhos se encontraram e eu não tive pressa. Foi lindo estar naquele lugar, dentro do brilho do olhar do meu pai. Era um brilho intenso naquele olhar.  

Metástase! Inesperadamente tudo aquilo, meu Deus. Mas como ele foi valente. A sua busca por Deus e pela paz interior agora se mostrava como uma grande aliada.

Grandes sintomas, grandes aprendizados e mudanças. E foi assim, suavemente, sem grandes sofrimentos. Um sono profundo. Tudo está de acordo com a vontade de Deus. Ele disse com os braços abertos depois da crise da primeira quimioterapia: "Pai em tuas mãos entrego o meu espírito", três dias antes da partida.

Meu pai, meu herói, me apresentou Deus desde criança. Em meio às agruras da vida, o que ficou em mim para sempre foi a lembrança daquele brilho intenso no olhar. Minhas últimas palavras para ele na despedida quando o seu corpo estava sendo guardado: Papai você terá sempre um lugar especial no meu coração.  

Lembrar dele é cuidar desse lugar, para sempre em mim. 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você