[ editar artigo]

"Por que tanto stress?" Reflexões sobre a meditação

Por que algumas pessoas têm medo de parar?

Porque algumas pessoas não aceitam ficar alguns minutinhos paradas para ouvir seus próprios pensamentos?

Porque algumas pessoas ficam tão inquietas, quando você deseja que elas guardem o celular para simplesmente parar e conversar?

Por que algumas pessoas rejeitam informações que podem trazer grandes soluções, antes mesmo de saber do que se trata?

Por que algumas pessoas não querem experimentar certos alimentos, sem nunca terem provado?

Porque algumas pessoas não conseguem ficar em silêncio e não conseguem ficar um minuto sem o barulho do som ou televisor?

É claro que no mundo de hoje, é um agito geral: Trabalho, trabalho, trabalho ou estudo, estudo, estudo...

Mas essas perguntas eu me faço, principalmente enquanto observo pessoas em seus ambientes de casa, na hora que deveria de ser o tempo para o lazer ou descanso.

A rotina se repete: acordar com o despertador apitando alto na cabeça, levantar, vestir o roupão, correr para lavar o rosto, escovar os dentes, preparar o café, arrumar-se e sair para o trabalho ou escola. A tarde, é o corre, corre para diversas atividades, mas a noite, seja depois das 19h, das 21h ou depois das 23h, todo mundo tem um tempinho para relaxar... Até quem trabalha de noite, tem um tempinho para relaxar depois das 6h da manhã.

E o que você faz com o seu tempo livre? Você o dedica a si mesmo(a)?

Algumas pessoas dizem: eu namoro, eu durmo, eu estudo, eu cozinho, eu cuido dos filhos, eu não tenho tempo pra relaxar...

Se a sua resposta foi esta última, você precisa rever seus conceitos, estilo de vida e prioridades sobre aquilo que realmente deseja... Se você não tem tempo, na verdade não está usando seu tempo para fazer o que realmente deseja... está em desencontro entre seu ideal ou propósito com aquilo que faz... e isso é grande causador do conhecidíssimo stress. É bom deixar de querer tomar conta do mundo, pois quem quer abraçar o mundo, uma hora ou outra, acaba arruinando com a própria saúde... e aí, vai esperar ficar doente, porque não sabe discernir a hora que se deve diminuir ou mudar suas atividades cotidianas?

O outro fato é que têm pessoas que têm tempo de sobra, mas consomem suas horas preciosas com redes sociais, assistindo filmes, lendo livros, dormindo... o que não é nada mal... mas em excesso, prejudica muito o desenvolvimento pessoal.

Aí você deve pensar: tá, eu tenho uma vida equilibrada, me alimento bem, gosto de tudo o que faço... mas mesmo assim, sempre é corrido... faço malabarismos para dar conta de tudo, mas me sinto bem... O que mais posso fazer para tirar um ótimo tempo de qualidade comigo mesmo(a)?

Meditação... isso mesmo! meditação!

Tudo começa, quando você acorda. Você já tirou 5 minutos do seu dia para meditar?

A melhor hora para começar é assim que acorda. Alongar-se, respirar, sentir o ambiente ao seu redor, ouvir o canto dos pássaros ou de uma música agradável, agradecer a vida que Deus te dá... Tudo isso, proporciona a você uma dia mais leve... pois muitas pessoas, durante a noite, têm sonhos terríveis ou pesadelos e se esquecem depois que acordam. Aí já acordam mau humoradas, agitadas e por esquecer-se de purificar os pensamentos e sentimentos, vivem numa roda vida, num ciclo sem fim de desânimo e cansaço. Um banho refrescante pela manhã, também é um ótimo momento para você otimizar seu tempo consigo mesmo(a)!

Ao fazer uma meditação matinal, você já consegue liberar seu corpo e sua mente para criar e produzir mais, durante o tempo dedicado ao trabalho e estudos.

Mas aí tem gente que pensa assim: "Eu não tenho tempo mesmo... é um corre, corre tão grande, que durmo menos do que deveria... como posso meditar, levando uma vida tão agitada?"

Sabe aquele lanchinho que você faz durante o trabalho ou quando está na escola/faculdade? Sim... esse momento também é ótimo para você tirar um tempinho e meditar... meditar na vida, nas coisas e pessoas que viu e ouviu, nos pensamentos paralelos referente assuntos pessoais e familiares... Até mesmo, ao conversar com colegas de escola ou trabalho, você pode preferir falar desses assuntos, ao invés de levar o trabalho para seu momento de pausa. Refletir e fazer anotações pessoais, se possível, ajuda a liberar sua mente para realizar e criar mais, prosperar e crescer no seu ambiente profissional ou escolar. Se possível, escolha um local com menos ruídos externos.

Se a cada intervalo que você tiver (seja na hora do café, almoço, do lanche ou jantar), você puder meditar, respirar e agradecer a vida... sua vida vai ser sempre leve, pois ao reorganizar seus pensamentos, as soluções vêm.

Uma mente agitada está sempre cheia de preocupações... e nenhuma solução aparece em mentes cheias de pensamentos... Às vezes, problemas levam meses para serem solucionados e simplesmente eles se resolvem ou as decisões são finalmente tomadas, quando simplesmente você teve de esperar um(a) amigo(a) que chegou atrasado ou perdeu o ônibus e ficou mais tempo no ponto pensando na vida... e nesses poucos segundos teve tempo para refletir e acabou tendo insights.

Mas o pensamento meditativo precisa ser de qualidade. Não adianta nada meditar nas contas para pagar, nos prazos para cumprir e nas conversas ou decisões que precisa tomar. O mundo da paz, harmonia, amor, prosperidade, do fluir e das soluções  está em outro nível, bem diferente desse outro tipo de pensamento.

A dica principal de uma boa meditação é a prece de agradecimento. Agradecer pela vida, pela saúde, pela harmonia, pela paz, pelo descanso, pelas roupas e alimento, pelas bençãos que estão por vir... E enquanto isso, você pode observar a pequena flor no meio fio da rua, as nuvens no céu, o canto dos pássaros, os sons humanos... Enfim, mesmo que você não esteja 100% do jeito que quer, ao agradecer por tudo o que Deus já te proporciona, você está como que de mãos abertas recebendo as bençãos, pois uma ótima definição para a palavra "agradecer" é: "a graça descer"... e agradecer é como quando você vai até uma árvore frutífera, retira e delicia-se do seu fruto! Eu amo morangos... e amo imaginar morangos caindo dos céus em minhas mãos! (risos)

Há vários lugares para você meditar... e eu tenho uma pequena experiência pessoal que decidi compartilhar. Uma vez, eu estava num velório. Uma pessoa querida se foi. Os amigos e parentes choravam, muita tristeza no ambiente. Eu poderia me deixar entristecer, mas eu simplesmente decidi agradecer em meu coração por tudo o que aquela pessoa representava para mim naquele momento. Agradeci por ter o privilégio de conviver com ela, de poder amá-la e demonstrar isso a ela, agradeci por todas as palavras de benção que essa pessoa querida me disse enquanto estava conosco e enquanto isso, eu observava as cores, os cheiros das velas e das flores, os abraços e as imagens internas de afeto. De repente, uma plenitude encheu o meu coração de amor profundo... e mesmo diante de uma visão do fim de um ciclo de vida, pude experimentar e vivenciar o transbordar do amor... o amor que é o vínculo da perfeição... nem a morte, nem nada pode nos separar daqueles que amamos... porque em Deus, somos todos um.

Mas, voltando ao agito que a maioria das pessoas levam, muitas vezes, no corre corre, as pessoas agem de forma automática, não prestam mais atenção nos sons, nas cores, nas pessoas e muito menos em conectar-se consigo mesmas... ficam tão longe de si mesmas, que quando encontram um tempo para descansar, não conseguem se desconectar do agito externo... e então, sentem-se aflitas, cansadas, temerosas e acabam recorrendo à remédios para relaxar, bebidas alcoólicas ou atividades que geram prazer momentâneo.

Não estou aqui para julgar ou dizer que isso é certo e que aquilo é errado. Tudo em dose equilibrada é saudável, é bom, é prazeroso, é divertido, é bom! Só que não precisar sempre desses recursos, mudando o estilo de pensamento, o estilo de vida, você pode levar uma vida muito mais leve, saudável emocionalmente e fisicamente, aumentando a percepção da vida no momento AGORA e tendo mais alegrias pela frente, liberando-se para o MAIS!

E agora... depois dessa reflexão, você já percebeu como é possível estar mais tempo conectado(a) consigo mesmo(a) através da meditação? A conexão com seu EU, lhe ajudará a ouvir melhor as pessoas, a diferenciar sua identidade dos demais e a saber se posicionar melhor diante das tantas seduções do mundo para que você se desconecte-se de si mesmo(a). Meditar lhe ajuda também a tomar decisões mais acertadas no dia a dia e a liberar seus pensamentos para sonhar, fazer planos e sair do ciclo vicioso: trabalho/estudos, contas e as poucas horas vagas de descanso. Meditar, mesmo com uma vida corrida, libera seu EU para viver o tempo todo em harmonia, pois estando em estado de vigília constante, zelando por seus pensamentos e coração, tudo ao seu redor é bem claro, nítido e o discernimento aumenta, como uma lupa sobre uma situação ou pessoa. Meditar ajuda a você conectar-se consigo(a) mesmo(a) e com o seu propósito real de vida!

Têm pessoas que ao invés de meditarem, preferem uma boa conversa. Se você reorganiza melhor seus pensamentos conversando, procure alguém adequado para ouvir você! Não é qualquer pessoa que pode ouvi-lo(a). Minha dica é: converse com um psicólogo regularmente, faça terapia em grupo... Olinda Guedes (https://sabersistemico.com.br/@olindaguedes) é uma ótima psicóloga aqui em nossa Cidade (Curitiba/PR). Se não tiver condições, agende um horário para conversar com um(a) amigo de confiança e até com um guia espiritual.

Você pode estar pensando agora: "Nossa! esse texto serve direitinho para o fulano ou sicrana...". Você pode até compartilhá-lo, mas saiba que esse texto foi escrito pra você mesmo(a): você que leu até aqui.

Espero que essa reflexão lhe inspire a meditar mais e que gerem muitos frutos!

Aproveite esse fim de ano para anotar suas metas para 2018 e faça o teste: por 1 semana pratique a meditação em horários regulares e faça anotações. Seja meditar o agradecimento, sobre os elementos da natureza, na própria consciência do corpo ou na própria vida, peço que compartilhe aqui neste post como foi ou está sendo a sua experiência... Conta pra nós?

Gratidão!

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Marinez da Silva Amatti Grochewski
Marinez da Silva Amatti Grochewski Seguir

Me chamo Marinez, sou filha da Adel e do Tião. Sou cantora, violonista, compositora, casada e mãe. Tenho formação em Constelação Familiar e PNL, pelo Instituto Anauê-Teiño. Espero compartilhar com vocês várias das minhas reflexões e experiências!

Ler conteúdo completo
Indicados para você