[ editar artigo]

PRECISAMOS NOS COMUNICAR

PRECISAMOS NOS COMUNICAR

 

Precisamos falar do autismo em família

A notícia que algum membro da família foi diagnosticada com autismo chega aos nossos ouvidos muitas vezes em forma de susto, tristeza, angústia, preocupação e dor. A princípio, pode abalar a vida dos envolvidos.

Ninguém quer que seu filho(a) tenha autismo e o mais difícil nessa situação é conseguir aceitar que eles tem essa condição especial.

Existem diversos níveis de autismo, desde pequenos que podem ser tratados facilmente até casos extremos que não conseguimos tirá-los do seu mundo interior e fechado.

A família tem um papel importantíssimo nessa jornada do autista.
Precisam aprender novas formas de comunicação e interação, dar todo o amor, proteção e conforto para o ele.

A família precisa também de muita força, muito amor e paciência, pois pode ser um desafio de tamanho enorme.
É necessário respeito com o tempo e ritmo do autista.


Através da constelação sistêmica pode-se ajudar a família a reencontrar 
as melhores dinâmicas de relacionamento, resolver os emaranhamentos e assim deixar que o amor preencha todos os vazios. É preciso abraçar esta causa, este desafio e trazer o reconhecimento de pertencimento dele na família.

O autista irá receber todo esse amor desprendido e enviado por sua família, sentirá-se amado, sentirá-se pertencente ao clã e crescerá envolvido nessa egrégora de luz e afetividade.

Ao constelar visando a melhoria do autista, todos da família acabam se beneficiando também.

É um  benefício coletivo.

A família de modo unida também aprenderá a lidar com as dificuldades, com as  adversidades e deixar o amor prevalecer, unindo à todos da mais elevada maneira, com o mais puro
amor que existe, o amor incondicional.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
André Yoshida
André Yoshida Seguir

Um ser em constante mudança e aprendizado.

Ler conteúdo completo
Indicados para você