[ editar artigo]

PREVENÇÃO DE SUICÍDIO - DEPOIMENTO

PREVENÇÃO DE SUICÍDIO - DEPOIMENTO

Texto 4

O suicídio é um problema complexo para o qual não existe uma única causa ou uma única razão. Ele resulta de uma complexa interação de fatores biológicos, genéticos, psicológicos, sociais, culturais e ambientais. É difícil explicar porque algumas pessoas decidem cometer suicídio, enquanto outras em situação similar ou pior não o fazem. Contudo, a maioria dos suicídios podem ser prevenidos.

Neste texto traremos o relato da minha irmã, que escreveu sua história referente a depressão, incluindo pensamentos suicidas. O texto foi escrito por ela mesma e será transcrito conforme seu depoimento, sendo autorizada a publicação.

Sou Eunice Inês Dallabarba Zakaluka, tenho 56 anos, moro na cidade de Salto do Lontra-Pr.  Sou a quarta de uma família de 10 irmãos. O primeiro filho foi um aborto, entre eu e minha irmã mais velha tem uma que faleceu, então somos oito vivos.

Entre as heranças recebidas da família tem muitas boas e outras não e entre elas a depressão a qual não tem atingido somente a mim, mas também outros irmãos. Minha avó paterna tinha problemas psicológicos, tenho uma tia irmã de meu pai internada em hospital psiquiátrico, meu pai se suicidou  (veneno), um primo também (enforcamento). Casei com uma pessoa que já perdeu dois irmãos por suicídio.  

Me considero uma pessoa que ao parecer, enfrento sem medo as coisas, mas ao mesmo tempo tão frágil diante de algumas situações. Já tive depressão três vezes e fazendo uma análise as três envolveram situações que talvez eu não soube lidar.

Fico em pânico.

A primeira veio após a morte de meu pai somada a isso um aborto, a segunda além do stress do trabalho e em casa, pois meu marido é alcoólatra, mas graças a Deus e a medicina, está tratando. Somada a isso veio uma preocupação tão intensa com um irmão que estava com depressão e morava em Curitiba, como tinha muita sensação de afogamento, uma cunhada dele me ligava muito dizendo que ele estava com câncer na garganta. Isso foi me martirizando, pois a situação não saia da minha mente. A terceira aconteceu no final do ano de 2018, foi a pior, somada a isso muita crise de pânico e ansiedade, simplesmente perdi o chão, para mim nada mais importava. Não tinha reação nem boa e nem ruim.

Para mim nada tinha sentido, nem que acontecesse algo de mais ruim com meu filho que tanta gratidão e amor tenho por ele, parece que não iria me importar. Não conseguia fazer nada p distrair e me animar, uma única coisa que me chamava a atenção é que a Bíblia eu conseguia ler. O fato maior que somou nesta última recaída, foi que depois de trinta e seis anos na educação me aposentei e comecei me sentir sem rumo, isso foi tão difícil de me acostumar que tive que lutar muito e junto a isso o pânico da morte, mas ao mesmo tempo me vendo enforcada.

Me vinha em mente o tempo todo meu pai e meu cunhado que se enforcou.

Briguei e relutei muito com meu pai, parece que ele me chamava e eu queria fugir, mas não conseguia, desesperada procurei de tudo, terapias, constelação, crânio sacral, oração, igreja, sou muito católica... e a psiquiatria. Sempre tive muita ligação com meu pai e não entendo até hoje por que ele me atormentava tanto. Sou uma pessoa que enfrento as coisas, mas tenho muita piedade pelos outros principalmente por meus irmãos.

Parece que quero resolver os seus problemas.

Graças a Deus hoje estou bem, feliz em casa, faço atividades físicas, me envolvi em várias atividades leigas e posso dizer que sou uma pessoa realizada e feliz. Nosso filho bem amado e querido se tornou um grande homem, trabalhador e responsável o qual sempre foi, meu marido que, apesar da autuação dele, sempre foi trabalhador e tem muito cuidado conosco faz tratamento para o alcoolismo e eu trato com psiquiatra.

Sou grata a vida que vivo junto com minha família, familiares e amigos.

Gratidão a Deus por tudo.

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Edir Salete Dallabarba
Edir Salete Dallabarba Seguir

Sou Edir, moro em Salto do Lontra- Paraná. Sou mestre em Reiki e Terapeuta Sistêmica em Florais de Bach. Cada dia me apaixono mais pela área Sistêmica e tenho sede de conhecimento nesta área.

Ler conteúdo completo
Indicados para você