[ editar artigo]

Quem constela segue em frente

Quem constela segue em frente

Sábio é aquele que sabe os limites do que pode e não pode ser feito. Bert Hellinger. 

Tenho observado nos atendimentos que realizo, nas constelações sistêmicas familiares, que o problema nunca é o problema em si. 

O que acabada se mostrando é sempre a outra face de um problema, mais antigo que está a espera de solução. 

Exemplo: Ah eu fui constelar para ganhar mais dinheiro. Mas na constelação sistêmica familiar, mostrou um aborto. Não entendi nada. Pois é. Como você vai prósperar seguir adiante se você está emaranhado na energia de morte? 

Quando uma pessoa estaciona diante da vida e não consegue seguir. A constelação mostra que ela precisa de coragem, ao invés de segurança.

Muitas vezes somos tomados por sentimentos incapacitantes. O medo, a culpa, a vergonha de ir para o mundo, sim a vergonha. Pois se você não foi validado em sua infância, você vai se tornar tímido. 

Então percebo a dor e a incapacidade dos filhos, de muitas vezes sentirem essa dificuldade de seguirem adiante, e lidar com os sentimentos de culpa e dívida. 

Vou deixar meu pai? Mas ele fez tanto por mim. Pagou toda minha faculdade. 

Como assim vou deixar minha mãe? Ela simplesmente abriu mão de tudo por mim, de seus sonhos, sua carreira. E agora? 

A verdade é que esses filhos, quando vão para a vida, encontram um volume muito grande de obstáculos. Numa tentativa inconsciente de voltar para casa para cuidar de seus pais. Pois querem trabalhar para salvar os pais. Essas são algumas dinâmicas que atuam de maneira inconsciente em nossas vidas. Mas essa não é a ordem. 

Ninguém pode escolarizar e infantilizar os pais, ninguém pode inverter essa ordem e ainda sim seguir, prosperando plenamente na vida. 

Pelo menos eu não peguei nenhum caso de sucesso sem terapia. 

Nós somos os nossos pais! 

Como punimos os nossos pais? Quando fracassamos na vida e na profissão. 

Existe dor maior para um pai ou mãe olhar para seu filho, triste, depressivo, sem energia de vida?  

Como honramos e pagamos a vida que recebemos? Quando concordamos com que nos foi entregue. E seguimos adiante. Sem Mi Mi Mi.

Muitos filhos não sabem como serem felizes, saudáveis e prósperos sem carregar um fardo de culpa imensa, por serem mais disponíveis e mais felizes que os pais. 

Eu vejo a dor dos filhos que desejam mudar os pais. Percebo eles, os filhos assumindo inconscientemente o papel de heróis, de salvadores da pátria e dos pais.

Na tentativa de ver os pais melhores e livres, os filhos heróis geram conflitos e desarmonias nos relacionamentos afetivos, e interpessoais. 

Vai me dizer que você nunca teve um colega de trabalho que batia de frente o próprio chefe? E queria mandar mais na equipe do que o próprio chefe.

O que acontece é porque esse colega não sabia o seu lugar dentro do seu sistema familiar. 

Violando a terceira lei da da ordem e da hierarquia, entravam em conflitos todo santo dia, e ainda jurava que sabia respeitar o lugar de autoridade. Pois é, as vezes é totalmente inconsciente. 

Ou quem sabe até você, querido leitor, já passou por situações extremamente desafiadoras com figuras de autoridade?

A ordem precede o amor. Ou seja, sem respeitar a ordem, a sua vida não flui. Não vai para frente! Não olha para o futuro! 

Parece simples respeitar a ordem e a hierarquia dentro de seu sistema familiar? 

Mas não é! 

Não existe boa relação conjugal e profissional se você não consegue honrar seus pais. 

Espere! Eu disse honrar e não amar pai e mãe. 

É muito comum os filhos se afastarem dos pais disfuncionais pela dor intensa que esses vínculos causam na mente do indivíduo. Essa decepção é gerada nessa relação, porque talvez o filho foi protegido dos segredos familiares. 

A solução é dizer: Agora eu sei! Agora eu transcendo o mito de que os pais devem ser 100% impecáveis. 

Ninguém deve nada não. Cada um da aquilo que tem.

E se eles não receberam amor, não receberam compreensão como é que eles vão te dar? 

Diga isso para sua criança interior, que se sentiu totalmente traída e enganada, quando seu pai bebia bebidas alcoólicas e batia em você, em sua mãe em seus irmãos. 

Extremamente desafiador. Mas a vida não é fácil para ninguém. Os pais são pessoas comuns e normais, com traumas e dores latentes, assim como você. 

Muitas vezes, você foi ensinado que na prática precisa funcionar exatamente assim, que você deve amá-los, mesmo se eles continuam abusando, manipulando, e jogando com você. 

Não! Você não pode mudar a disfuncionalidade deles! 

Você tem desejo de mudá-los? Então você está em desordem. Quem deve mudar é você. 

Isso significa estar absolutamente tomado pelo lugar de ser filho. É direito humano, você proteger-se de perturbações. E permita aos pais ser o que são, com todas as suas limitações.

A estratégia salvadora sempre levará ao fracasso e até a possíveis rupturas e desordens mentais.

O relacionamento que mais machuca é os relacionamentos entre pais e filhos, ainda mais se tiver com espelhamento, ou seja, uma transferência para as relações de casal.

Já sentiu alguma vez você repetindo comportamentos de seus pais? 

Meu Deus! Sempre odiei ver meu pai beber e fumar e agora estou aqui bebendo e fumando. Ou até mesmo viu no seu companheiro comportamentos disfuncionais iguais ao que de seus pais? Pois é a vida, faz isso, traz o amor que adoeceu de volta. Pode ser através dos seus filhos, dos seus parceiros ou até mesmo colegas de trabalho.

Na realidade, aqui existe um mecanismo do pensamento mágico da criança interior, se você não preencher minhas expectativas, e todas as minhas lacunas que papai e mamãe não preencheram eu vou embora. Então a pessoa entra e sai de relacionamentos afetivos, tentando encontrar a alma gêmea dela o grande amor dela. Mas sem sucesso. 

Por que como podemos amar o outro se não existe auto estima e amor próprio? 

Invista em você! Busque soluções. Leia bons livros, retire seus projetos e sonhos e metas da gaveta. 

A felicidade, pode ser aprendida e só aprendemos por meio do amor, a felicidade quer seguir a diante. 

💌 Fonte: Débora Carvalho.
Terapeuta Familiar e Escritora.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você