[ editar artigo]

Quero acordar desse pesadelo

Quero acordar desse pesadelo

 

Pra esse ano a única meta é sobreviver e orar muito por nós, por nossas famílias e por nossos entes queridos.

Infelizmente cada dia que tem passado é uma sensação de despedida sem saber ao menos de quem. Acredito que apesar da angústia e do sofrimento, nunca Deus esteve tão presente em nossos corações... E as nossas preces nunca foram tão verdadeiras... Nunca demos tanto valor a família e aos amigos, e eu olho pra cada pessoa ao meu redor com tanto amor e rezo baixinho: "Senhor nos proteja. Te agradeço por estarmos aqui hoje. Nos conduza em segurança". Porque hoje você olha e vê as pessoas, sem certeza nenhuma de que amanhã as verá. Sem a certeza de que se quer haverá uma despedida... Nunca senti tanta vontade de abraçar as pessoas e de dizer o quanto elas são especiais, mas muitas não posso, estamos limitados por um vírus. Então eu olho pra minha filha todo dia sempre que estou com ela, a abraço e beijo muito e falo todos os dias como eu a amo muito e como eu peço pro papai do céu cuidar de nós.

Como eu rezo à Deus pra não chorar nenhuma morte na minha família, como eu rezo pra Deus pra não chorar nenhuma morte de um amigo, no meu trabalho. Como eu rezo pra Deus me deixar aqui pra cuidar da minha filha, pra estarmos sãs e salvas. Como eu rezo pelo meu marido pra que Deus o proteja, pelo meu sogro, como eu rezo pelo meu pai, como eu rezo pela minha mãe, meu irmão, minhas sobrinhas, minha cunhada, meus primos, meus tios, meus avós... Eu não consigo imaginar minha vida sem eles, ou eles sem mim. O medo nos assola. Nunca a famosa frase se correr o bicho pega, se ficar o bicho come, fez tanto sentido. Escutei fds do meu marido... hoje eu tive uma sensação estranha de despedida, arrepiei... escutei isso da minha mãe hoje também. Confesso que a minha vontade foi enorme de chorar. Pensei: "Meu Deus se despedir de quem? Mas quem? Não Senhor, não nos permita chorar assim! O que vamos fazer?" E passou um filme na minha mente da minha vida inteira, de quem eu fui e quem eu sou hoje. E dos bons momentos vividos que a gente não sabe se amanhã vamos ter a mesma oportunidade.

Quantos momentos deixamos passar em branco, deixamos de aproveitar por preguiça, por egoísmo e hoje estamos presos, encarcerados, acuados e com muito, mas muito medo. Com meu coração dolorido, eu oro todos os dias e peço: "Deus não nos permita chorar assim!"😥

Como eu queria acordar amanhã e ver que só foi um pesadelo, como eu queria que isso tudo fosse uma grande mentira, uma piada de mau gosto.

Saber Sistêmico
Ler matéria completa
Indicados para você