[ editar artigo]

Reflexão sobre o filme "Duas Vidas"

Reflexão sobre o filme

 

Um adulto é resultado da experiências vividas, memórias de dor e sentimentos que ficam guardados, nos tornando pessoas mais felizes ou mais amargas.

No filme, o protagonista é um homem rude, egoísta e tem um relacionamento distante com sua família de origem.

Um dia ele encara sua criança interior e custa a se reconhecer naquele menino que julga ser gordo e desajeitado. Porém, durante o filme, com a convivência com ele mesmo criança, consegue tornar conscientes os episódios doloridos vividos na infância, os quais preferiu esquecer e seguir a vida de maneira mais prática e superficial.

Contudo, conseguiu reviver essas situações e acolher aquela criança ferida, que com compreensão e proteção de um adulto, superou situações que foram desagradáveis e deixaram sequelas em sua alma.

Quando esses fatos se tornam conscientes, ele consegue se curar e se tornar um adulto mais feliz e com uma vida mais plena.

Seu brinquedo preferido, um aviãozinho, acaba reaparecendo e trazendo à  tona seu desejo de se tornar um aviador, e esse sonho acaba por se realizar.

Quanto mais amor e aceitação, maior nosso poder de realização, mas para isso precisamos nos curar e fazer as pazes com nosso passado. 

Amor, pertencimento e ordem, tudo em perfeita harmonia. Volta ao passado, reconhece o amor de sua mãe, entende a dor de seu pai, e no presente é convidado para um jantar em família, se sentindo incluído. Tudo em ordem e a vida decola rumo a felicidade!

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Claudia Camargo Fernandes
Claudia Camargo Fernandes Seguir

Sou Claudia, encontrei na constelação familiar um portal para o autoconhecimento e a possibilidade de curar o passado e libertar o futuro para o bem de todos. Quero fazer o meu melhor e contribuir de maneira positiva com o mundo. Gratidão.

Ler conteúdo completo
Indicados para você