[ editar artigo]

Relacionamento!

Relacionamento!

Fulano ou fulana me traiu, como lidar com isso?

Muitas vezes, e você sabe disso, existem situações em nossas vidas, que nos colocam perante desafios!

Quem já passou, ou passa por esse tipo de problema, sabe o que isso significa! Em um relacionamento de casal a presença de um terceiro pode provocar uma confusão imensa na vida de qualquer um. Não é raro, o caso onde pessoas se envolvem em triângulos amorosos e depois acabam provocando consequências desastrosas.

Você sabe como funciona um triângulo amoroso?

Um triangulo amoroso é uma situação onde três pessoas se relacionam de forma onde criam um vínculo entre as três. O problema acontece quando uma das três começa a se sentir culpado por algo. Então o culpado começa a tentar se livrar da culpa inconscientemente. Se for um casal, a pessoa que em tese traiu seu parceiro geralmente é o que carrega a culpa. A pessoa “traída” se torna uma vítima em relação ao traidor e o terceiro parceiro se torna o salvador da vítima! Percebe a confusão?

A pessoa que carrega a culpa geralmente impõe uma compensação para a dinâmica. O traidor impõe a culpa, o traído fica como vítima do traidor e a terceira pessoa se coloca inconscientemente como o salvador daquele que carrega a culpa. Este tido de dinâmica revela um emaranhado. Todos os três ficam envolvidos nesta história. A grande questão é que, mais cedo ou mais tarde, um dos três irá querer sair desta história. Isso é quase impossível. Já vi e ouvi muitos casos em que a solução foi um dos envolvidos neste caso tentar o suicídio.

Por isso, a constelação sistêmica familiar pode auxiliar e muito na resolução deste tipo de conflito.

Isso também acontece, no caso de um dos três tentarem o suicídio, porque, cada pessoa que faz parte deste triângulo fica procurando encontrar seu lugar na relação. Se a relação não for colocada em ordem, com o tempo ficara difícil suportar que alguém está ocupando o seu lugar, ai começam as brigas e o resto todos nós sabemos.

Fez sentido este texto?

Procure ajuda quando for preciso! Nem sempre querer resolver as coisas do seu jeito é a melhor saída!

Espero ter contribuído!

Pequenas informações podem fazer grande diferença!
Grande abraço!

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Diego Fernandes Baliero
Diego Fernandes Baliero Seguir

Olá. Me chamo Diego Baliero, conheci o trabalho das constelações através da professora Olinda Guedes no ano de 2013. Tenho 33 anos, trabalho como professor de música.

Ler conteúdo completo
Indicados para você