[ editar artigo]

SEIS DICAS PARA ELABORAR O LUTO

SEIS DICAS PARA ELABORAR O LUTO

 

Você já se deu conta de que encontros e despedidas fazem parte da vida assim como o nascente e o poente?

Sim!  São condições naturais da vida.  E não é por ser natural que não haja sofrimento, dores, angústias, tristezas.

O Mestre dos Mestres já disse: A Verdade vos libertará.  

O conhecimento é um bálsamo. 

 

Como lidar com o luto?

1.  Fale em voz alta, fale em silêncio, converse com seu ente querido como se ele estivesse ali.   

Será que ele está realmente?  Sabemos que a energia é para sempre.  Portanto, não precisamos de explicações nem para os outros nem para nós mesmos.

O importante é não reprimir os pensamentos.

 

2.  Cuide da dor da saudade.

Sim! Saudade dói.  Se dê um tempo. Faça silêncio, faça repouso. Use medicação, se necessário.

 

3. Dialogue.

Conversar com quem te compreende.  Se não há em seu círculo de convivência pessoas com esta disposição, procure algum serviço voluntário de escuta.  É apenas para lhe ouvir, para cuidar, para amparar.

 

4. Cuide com carinho das lembranças.

Algumas pessoas logo após a partida do ente querido já reorganiza, desfaz de objetos, modifica o ambiente. Eu digo a você: Jamais faça isto!  É tão importante para nosso sistema neurológico o tempo, o compasso, o ritmo.  O recomendado é que faça isto durante nove meses, com tempo, sem pressa. 

 

5. Mantenha o essencial.

Guarde com carinho pertences pessoais de seu ente querido. São âncoras de um significado incrível.   Não coloque fogo, doe, descarte.  

 

6. Honre a memória.

Não é porque um corpo físico deixa de existir que tudo o mais se acaba. Absolutamente!  Devemos manter vivo o amor, o carinho. Contar boas histórias daquele relacionamento, daquela pessoa.   Aqui em casa, em todos os aniversários de nascimento daqueles que já se foram, nós lembramos com carinho, recordamos bons momentos, características bacanas deles.

 

Percebeu quantas escolhas nós temos? 

Cuidar do sofrimento é fundamental. Luto é amor, é acomodar  o amor em outro lugar de nossa existência, porque o corpo é feito de matéria orgânica, se transforma, mas a vida é eterna.

 

Um abraço com carinho, Olinda Guedes

 

 

OLINDA GUEDES é mãe. Aos quarenta e sete anos realizou seu maior sonho: Nina Maria chegou!   Até então, vivenciou muitas perdas. Inclusive de quatro filhos, com pouquíssimos dias de vida.

Presta atenção à natureza todos os dias.

Conduz, no Instituto Anauê-Teiño, a Escola Real de Saberes Úteis. Uma iniciativa cujo objetivo é trocar saberes das diversas ciências com o propósito de uma vida mais feliz, próspera e saudável.

https://www.facebook.com/olindaguedesfanpage/

https://www.youtube.com/c/OlindaGuedes

https://www.instagram.com/olindaguedes/

 

 

 

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você