[ editar artigo]

Ser contra algo é ser contra si mesmo

Ser contra algo é ser contra si mesmo

Acho que já ouvimos falar por aí que o cérebro não registra a palavra NÃO, aí vem a história do:" - Não pense em um elefante rosa". Tarde demais, já pensei. 

O nosso cérebro não registra a negação porque como pensamos por imagens, só podemos compreender do que se trata qualquer tema (e negá-lo) após tê-lo imaginado. E tem gente por aí que diz ser ruim de imaginação, quando na verdade é pura falta de criatividade (hehe). 

Outra coisa que se diz (e eu discordo) é que nosso cérebro é burro, porque não distingue realidade de imaginação. Pois é, mas a Física Quântica já provou que nossa realidade física não é a Realidade Última. Então, será que o cérebro é burro mesmo ou essa distinção entre "real" e imaginário não existe?

Bom, mas isso tudo foi só uma  introdução ao tema do qual quero realmente falar. A humanidade está se tornando (ainda que muito devagar para meu gosto) cada vez mais consciente de suas necessidades, direitos e (um pouquinho menos) de seus deveres. Com isso, tem crescido a onda de protestos e reivindicações, o que aliás é justo do ponto de vista da realidade física. Então até aqui nada demais. 

Acontece que, de novo, a Física Quântica vem nos mostrar e comprovar o que já vem sendo dito a milênios pela Filosofia Oriental, que onde colocamos o nosso foco atua a agora e a, ainda famosa, Lei da Atração. Não vamos entrar em teorias sobre a lei porque já foi dito muita coisa sobre isso e até meio que já saiu de moda, embora ela continue agindo da mesma forma. Enfim, já sabemos basicamente como a lei funciona, colocar foco (pensamento + emoção + ação= resultado desejado) e voi là, a coisa acontece. 

A questão é que a base dos protestos e slogans é NÃO alguma coisa!!! E no que isso se transforma?? Mais energia para aquilo que supostamente se quer eliminar.  Alguns pais e mães observam muito bem o efeito que faz no seu bebê a palavra não. Ele acaba mesmo sendo desobediente e papys e mamys não entendem porquê.

Agora falando sério. Existe uma onda crescente de pessoas muito bem intencionadas, mais conscientes de sua participação no processo de evolução humana (ainda que elas não vejam assim, muitas vezes) e que na realidade estão dando o famoso "tiro no pé". Exatamente, estão incentivando, estimulando, dando força para tudo aquilo que não desejam, pelo menos é o que quero crer, que não desejem mesmo.

E isso é algo muito sério, porque essa negação não traz apenas o desejo de eliminar questões como desigualdade social, racismo, homofobia e outros, como traz também a energia da mágoa, do desrespeito e, principalmente, da raiva para o ambiente onde todos nós estamos localizados. 

Isso é mais um desabafo, pois é muito difícil mudar esse conceito, porque envolve uma série de fatores inconscientes e que exigem autorreflexão. Mas, nunca será tarde para que, aos poucos, cada indivíduo se conscientize de sua verdadeira atuação em nosso cotidiano e que o mundo não é apenas aquilo que enxergamos e por isso estamos criando a realidade dura e triste que vivemos todos os dias.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Simone Belkis
Simone Belkis Seguir

Simone Belkis se formou em Letras na UFPR. É uma estudiosa do esoterismo e cantante. Seu amor maior são os livros. Escrever é sua forma de criar o famoso mundo melhor, e sua praia é contar suas próprias descobertas para inspirar pessoas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você