[ editar artigo]

Série: Meditações no Livro (02)

Série: Meditações no Livro (02)

 

UM CORAÇÃO SÁBIO para UM FELIZ ANO TODO! 

Daqui a poucas horas encerramos 2019 e 2020 toma seu lugar, como o último ano da segunda década do século XXI - quem nasceu no primeiro ano do século e permanece vivo, já está às portas da idade adulta! 

Sim, o tempo passa depressa, como um conto ligeiro, e nós voamos, como escreveu Moisés no Salmo 90. Em certo trecho desse salmo, ele pede ao Senhor:

"Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos um coração sábio!" - Salmo 90:12

Outra tradução assim apresenta:

"Ajuda-nos a entender como a vida é breve, para que vivamos com sabedoria!" .

Nestes momentos em que encerramos um ciclo para iniciar outro, é costume um ato de reflexão, alguns oram, outros manifestam bons desejos, enfim... cada um com seu uso e seu fuso... 

São inúmeros os motivos para agradecer e é bom mencionar cada um deles. Também nestes momentos são numerosos os pedidos. 

Dizem que no céu, a fila dos pedidos é muito maior do que a fila dos agradecimentos. Em qual fila você está? Talvez esteja empenhado em ficar, neste dia, apenas na fila da gratidão. Eu estou empenhada nisso, porque tantas vezes me flagro pedinte demais! 

Entretanto, vou dar uma passadinha rápida na fila dos pedidos para fazer apenas um, bem específico: vou pedir por sabedoria para viver de modo digno e correto diante do Eterno. Esse foi o único pedido de Salomão quando se viu diante da responsabilidade de suceder seu pai, Davi, no trono de Israel - ele pediu ao Senhor que lhe desse sabedoria para governar o povo. 

O Senhor muito se agradou dessa oração e lhe assegurou que lhe seria concedida sua petição e acrescentadas riquezas e honra como nunca dantes outro homem tivera. Assim o Rei Salomão se transformou numa lenda: sábio e rico - a glória de seu reino e sua sabedoria se fez saber em reinos distantes da terra.

Todavia, ao lermos sua história completa, constatamos que a maneira como conduziu sua própria vida não foi condizente com o modo como liderou o povo - na verdade, ele pecou e desobedeceu ao Senhor em muitos aspectos, especialmente em sua conduta sexual: teve setecentas mulheres de sangue real e trezentas concubinas - relacionando-se com elas o seu coração se desviou inteiramente do Senhor. 

Veja como a soberba é sutil no coração humano: Salomão temeu e tremeu diante da responsabilidade de governar o povo, sentiu que precisava de sabedoria para liderar as pessoas, porém não reconheceu a si mesmo, às suas fraquezas pessoais, que lhe dificultavam a obediência integral ao Senhor. É notório que, se houvesse tomado tal consciência, haveria de pedir a sabedoria para governar seu próprio coração, para ter autodomínio, sensatez e centramento nos assuntos pessoais, no seu relacionamento com o Senhor, sendo um rei obediente aos mandamentos d'Ele recebido. 

A consequência de seus excessos foi que, na sua vida pessoal, terminou seus dias triste, decepcionado, concluindo que debaixo do sol tudo é vaidade, canseira, enfado e que teria sido melhor ele ter obedecido ao Senhor nos dias da sua juventude, a fim de que em sua velhice não estivesse assim tão descontente. No livro de Eclesiastes podemos aprender um tanto mais sobre o estado emocional de Salomão em seus últimos anos de vida. 

O modo como serão os anos futuros depende de como conduzimos nossa vida nos dias presentes.

Quero permanecer um bom tempo na fila da gratidão ao Eterno, até meu coração ficar encharcado de amor - a gratidão faz fluir o amor, como uma fonte. Um coração grato não murmura, não se queixa, mas é esperançoso. 

E depois vou pra outra fila pedir sabedoria para que minha conduta pessoal seja de acordo com a vontade do Eterno. Que Ele, e não eu, esteja no trono do meu coração, porque somente deste modo poderei fazer escolhas sábias.

Este exercício de agradecer e buscar sabedoria não pode se limitar apenas a esta ocasião festiva. Cristo afirmou: "Sem mim, nada podeis fazer!" - João 15:5. Então, é necessário ser permanente, como o alimentar-se, cuidar da higiene pessoal etc - hábitos diários. 

Que possamos nos exercitar deste modo, com permanência e perseverança, satisfeitos n'Ele, em seu Amor, a cada manhã. Assim nossa alma cantará de alegria até o final da vida. Que nossos olhos estejam atentos aos feitos do Eterno e possamos ensinar nossos filhos a verem a Sua glória. Deste modo a bondade do Eterno nos envolverá como um manto e Ele nos fará prosperar, cf. Salmo 90:14-17.

Certamente teremos um Feliz Ano Todo!!!


SUSY GUEDES - simples, feliz, busco viver com serenidade e equilíbrio, nem sempre consigo, mas na maioria das vezes, sim. Gosto de trabalhar de madrugada e dormir de manhã. Amo JESUS CRISTO: Ele é meu único SENHOR e Salvador - para mim, o Livro que fala sobre Ele, é o melhor e mais completo de todos - uma biblioteca de 66 volumes, a qual quanto mais estudo, mais desejo estudar e aprender. Aprecio ler, escrever, prosear, cantar, trabalhar, produzir... Dizem que trabalho é castigo - discordo totalmente: para mim, é um privilégio participar da obra do Criador. Propósito de Vida: SERVIR e abençoar.

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Susy Guedes
Susy Guedes Seguir

Sou a Susy, Simples, feliz, serena. Amo JESUS CRISTO: Ele é meu único SENHOR e Salvador. Aprecio ler, escrever, prosear, cantar... Propósito de Vida: SERVIR e abençoar.

Ler conteúdo completo
Indicados para você