[ editar artigo]

SOBRE COLO E MIMAR OS FILHOS

SOBRE COLO E MIMAR OS FILHOS

"Você está acostumando mal ele no colo..."

Diga isso a natureza, que o deixou 9 meses perto do meu coração, 9 meses no compasso da minha respiração, 9 meses na companhia da minha voz. Ela que o acostumou mal primeiro, que sabiamente encheu meus peitos de leite, para seguirmos sendo um só.

Que te explique a natureza, porque meu pequeno bebê sorri independente de minhas rugas, cansaço, olheiras, sobrancelhas desfeitas... quando estou feia e me estica os braços louco de amor.

Que eu estou criando mal no colo?!?! Se ele não me pede sapatos, nem um carro de luxo, só quer que eu o encha de beijos.

Não nego colo, porque negar seria reprimir o amor mais puro e incondicional, me pede colo porque depois de passar quase um ano tão unidos como jamais voltaremos a estar, nosso único consolo é nos abraçar,  para não sentir tanta saudade e nos amarmos cada vez mais.

Depois de tudo isso, mais cedo ou mais tarde ele aprenderá a caminhar e tudo isso será só uma linda lembrança, de quando uma vez ele foi bebê e meu colo era tudo para ele.

Por isso, sem dúvida a natureza é mais sábia que nós dois, o que para você é "acostumá-lo mal ao colo", ele o chama de AMAR, MAMAR, MAMÃE, nem as árvores soltam seus frutos pequenos, o carregam, até que estejam prontos, isso é o natural.

Dizem que este texto é autoria de Eloísa Alarcón e que o original em Espanhol.

Contudo, eu não consegui localizar o original, nem a autora...

Sabe?

Ao ler este texto lindo em uma de minhas redes sociais, passou-me como um flash tantas memórias de meus filhos. Quando eles chegaram.  Colo, doce palavra. Quero colo,  recebo colo, ofereço... 

Existem tantos modos de oferecer colo quando nossos filhos nascem para nós por meio da adoção tardia, eles chegam grandinhos, nem conseguimos carregá-los nos braços ... 

Um dia João Victor, logo que chegou , precisou ir ao médico, então eu o carreguei nos braços. Disse a ele que ele lembraria disso até quando os netos dele fossem bem velhinhos:

- Tive uma mamãe que me deu colo.

Ele já tinha 11 anos e sempre foi um menino de estrutura corporal grande. Com sua ternura, ele sorriu.

Ontem vivemos uma situação difícil, ele gentilmente colocou a mão no meu ombro. Está um moço lindo, de quase 1,70 m. Pensei:

- Existem tantas formas de colo.

Os filhos oferecem aos pais
aquilo que um dia proporcionamos a eles. 

Você já se deu conta disso?

 

OLINDA GUEDES é mãe da Nina  e Camila Maria, apaixonada pela vida, escreve com o coração o que cabe em palavras.  É mãe de mais outros cinco príncipes na terra, mais uma princesa que está chegando e quatro anjos no céu.

Sempre tem um colo aqui.

Conduz, no Instituto Anauê-Teiño, a Escola Real de Saberes Úteis. Uma iniciativa cujo objetivo é trocar saberes das diversas ciências com o propósito de uma vida mais feliz, próspera e saudável.

https://www.facebook.com/olindaguedesfanpage/

https://www.youtube.com/c/OlindaGuedes

https://www.instagram.com/olindaguedes/

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você