[ editar artigo]

Sono, cólicas e puerpério

Sono, cólicas e puerpério

Olá esse é meu primeiro post...

Espero ajudar e ser ajudada por mães e apaixonados pela maternagem.

Sempre que olhamos um bebê, temos que lembrar que cada bebê é um ser único, uma unicidade primordial, um ser que em si escolhe diariamente e responde diariamente a estímulos diversos, portanto cada caso precisa ser olhado com muita empatia para a história da família, dos pais e da gestação.

Aqui conto apenas a minha história...

Quando na gravidez li o livro super recomendado da Laura Gutman, "Maternidade e o encontro com a própria sombra", tive que lê-lo novamente no pós-parto (leitura super recomendada).

Quando o li na gestação, o capítulo que mais me chamou a atenção era o do sono do bebe e tive muito medo de não dormir bem.

Mas quando minha bebe nasceu, percebi que ela era nada mais do que uma parte de mim, uma extensão de mim, pelo menos até os 3 meses, e então, ela refletia exatamente eu mesma.

Uma das minhas dicas seria: organize um puerpério distante do mundo cotidiano, dos afazeres da casa, da rotina cansativa de estar em casa, para estar num lugar onde lhe remeta o descanso. Para que o primeiro mês seja tranquilo.

Minha cunhada me contou seu pequeno segredo para a minha sobrinha dormir até as 10h até hoje, que era dormir com a bebê também. Sim, nós mães que acordamos de 2 em 2 horas para amamentar, precisamos de 10 horas de sono diário, pelo menos. Se há uma mãe descansada, haverá um bebe descansado.

Outra dica é o berço acoplado a cama, para o bebe sentir-se seguro, protegido e amado, assim como a presença do pai em todos os momentos, se possível. E algo fundamental é dar colo... sim, muito colo, sempre nossa bebê estava no colo. Nisso entram as cólicas, que nossa bebê nunca teve.

A seguir, um texto que resume tudo isso:

https://m.facebook.com/opartonormal/photos/a.313121155439175.74172.239062416178383/525938737490748/?type=3

O sling foi fundamental nesse caminho. Assim como restringir visitações em exagero e saídas de casa a locais com muita gente.

Sim, o puerpério tem que ser protegido, cuidado, como um casulo a três para surgir uma borboleta.

Muito amor a todos...

Laylla Coelho

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Laylla Coelho
Laylla Coelho Seguir

Mulher, filha, gestante (nesse momento de novos projetos e de uma casa), mãe da Ana Clara e da Jéssica, esposa, nutricionista e doula, e sou um Ser em busca de estar à serviço da vida.

Ler conteúdo completo
Indicados para você