[ editar artigo]

Submissão e Opressão- Consequências na infância

Submissão e Opressão- Consequências na infância

Submissão: Ação ou efeito de submeter ou de se subordinar; subordinação. Obediência irrestrita; circunstância em que se precisa obedecer. Tendência para obedecer ou para aceitar uma situação que lhe é imposta. Condição de quem teve sua liberdade retirada; dependência.

Submissão é uma condição onde se é obrigado a obedecer, sem questionamentos e um aprisionamento das ideias, onde nos sentimos sem a coragem necessária para dizer, e expor a opinião, e o indivíduo sente-se incapaz. 

Pessoas submissas são vítimas de experiências vividas doloridas, e essas experiências vividas pode ter feito com que, pouco a pouco, fosse se fechando em si mesmas.

Aprendi desde cedo, com meus pais o significado da palavra submissão de um modo especial, onde eles me ensinaram que a mensagem do Mestre da vida, ao ensinar e falar sobre submissão, falava de doação, de entrega e oferta de amor, onde Ele é o exemplo de doação, sem medida na sua vida. Por isso o transformador de vida diz: Sede todos submissos uns aos outros (Efésios 5:21).

Assim sendo, a submissão é um processo de ensino constante de alguém experiente, que protege e salvaguarda a vida de outro, que norteia e mostra os prejuízos que pode ser causado, se seguir caminho errado, pode ser: os pais, irmão, ou uma autoridade.

Mas o que leva uma pessoa a ser submissa a tal ponto que conjunturar palavras é difícil? 

Por que expor o que sente e o que pensa é uma tarefa que lhe parece inalcançável para a pessoa submissa a uma condição?

Existem diversas razões para tanto, fase da infância e adolescência, ou juventude  oprimida e doentia, sem estilo de uma vida saudável, sabemos que uma vida saudável inicia-se na infância.

Maysa Helena Toloni em Estilo de Vida Saudável na Infância diz que: Na infância, o estímulo e o propiciar de uma vida saudável infantil deve ser de forma lúdica, voluntária e não competitiva, envolvendo atividades de lazer típicas da idade como pular corda, brincar, andar de bicicleta, de patins, correr no parque, nadar, entre outras, visto que é um período marcado por intenso crescimento e desenvolvimento.

Quando a criança não convive em um ambiente que lhe favoreça esse estilo de vida ela desenvolverá insegurança, medos, baixa auto estima, dificuldade para falar o que pensar, sentindo se  oprimido. 

E como seria essa opressão? 

Opressão é o ato de oprimir, sufocar, seja uma criança, adolescente, jovem ou adulto... uma atitude, uma comunidade. E ainda pode se configurar com o uso da violência para demonstrar autoridade, atos de tirania. 

Opressão é a sensação de estar sufocado, sem pode respirar, usando o sentido figurado. A opressão faz com que os indivíduos se sintam reprimidos, humilhados, onde não conseguem fazer o que precisam, ou têm vontade, pois estão sendo alvos de opressão, por parte de alguém.

Existem muitas crianças e adolescentes vivendo momentos de opressão, que sufocam o peito, não sendo escutado, vive um silêncio que atormenta a alma, lhe causa agonia, pois não tem vida saudável.  

Um dos grande obstáculos hoje para a oportunizar vida saudável na infância e a adolescência são as substituições da brincadeiras infantis, substituíram as brincadeiras de: pular corda, correr, jogar bola, amarelinha, por atividades predominantemente sedentárias, influenciadas pela tecnologia que disponibiliza no mercado uma gama de eletrônicos, que aguçam o interesse maciço entre as crianças desde muito cedo de todas as classes sociais e idade. 

Essas brincadeiras perderam o espaço, brincadeiras que auxiliam na formação infantil. Além dos benefícios para uma infância saudável, essas atividades permitem a socialização, oportunidade de interação com outras crianças da mesma faixa etária, lazer, e o desenvolvimento de aptidões, o caminho para a auto estima e a construção de confiança.

Para que no amanhã não tenhamos adultos inseguros, frustrados, e incapazes de expressar opiniões, seja uma pessoa submissa a uma determinada situação por medo, incerteza de ser, falar o que pensa, pois contrariaria a outras pessoas, que ela quer agradar, para sentir bem por sentir-se submissas a esta pessoa ou situação, precisa de aprovação em tudo, até no que pensa. 

A construção de uma vida saudável inicia com mudanças em nosso pensar, (subconsciente) e comportamentos salutares, práticas que produz vida, paz tranquilidade, para todos.

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Abjan Gomes/ Wallace Gomes
Abjan Gomes/ Wallace Gomes Seguir

Uma eterna aprendiz no palco da vida, agradecendo diariamente pela oportunidades de viver .Convicta que o melhor de Deus se constrói em nós a cada instante , escrevo minha história, pelo vivenciar do amor, perdão, por meio do saber sistêmico.

Ler conteúdo completo
Indicados para você