[ editar artigo]

Carta a uma criança

Carta a uma criança

Querida criança!

Eu vejo que a sua hiperatividade  (tão criticada pelos familiares na época) não é algo ruim, saiba que nem eles e nem você perceberam que na verdade seu olhar estava sendo direcionado aos seus irmão não nascidos.

Essa hiperatividade com o passar do tempo foi se tornado crises de ansiedade, pois você sentia que não havia tempo suficiente pra você, como se as gestações interrompidas dos seus irmãos na verdade fosse uma corrida contra o tempo pra você, mas passou criança a vida chegou, a vida conseguiu vencer.

Eu vejo criança seu sofrimento, eu vejo as pessoas dizendo que você é nova demais para esses sintomas, mas veja criança, nenhuma dor é pequena ao olhar daquele que sofre. Eu vejo as pessoas falando que é frescura mas você tem razão pequena menina, eu vejo você trabalhando pelo seu sistema. Eu também vejo essas crises de ansiedade se transformarem em crise de pânico durante as noites escuras, hoje criança, podemos ver que tudo isso passou, que as crises de ansiedade e de pânico eram memórias traumáticas dos seus irmãos na qual a sua mamãe não pôde fazer nada e sofreu junto com eles, carregando dentro de si a dor do luto. Você foi leal aos seus pais.

Obrigada criança por incluir todos seus irmãos no sistema, agora vocês não são mais três, são cinco! Obrigada criança por ter sentindo tão intensamente, obrigada criança por nascer e ser a alegria dos seus pais e dos seus irmão vivos, agora criança, seja feliz você também!

O tempo é a moeda mais rara que recebemos, então, além de ser feliz criança, viva intensamente... há um mundo de novas descobertas e oportunidades esperando por você.

Gratidão.

Sandy. 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você