[ editar artigo]

Tempo

Tempo

Uns dizem que ele é resolvedor, sabedor, falador.

Alguns dizem que o tempo é que manda em tudo, que é linear e segue fixo em seu propósito.

Eu acho o tempo um fazedor de vida. E o significado disso é o que vou lhes contar:
A gente nasce e vai vivendo, tijolo por tijolo vamos colocando novos capítulos  e atualizando nossa história. Sem o tempo não poderíamos fazer vida. Não poderíamos ser.

Tem gente que nasce e o tempo acaba, tem gente que fala que está sem tempo negando a possibilidade que está sendo ofertada. Tem gente que quer burlar o tempo e não aceita o fazimento de vida que ele possibilita.

Para acompanharmos o tempo com sabedoria precisamos entender que ele é o que nos permite, nos possibilita e nos transforma.

Ele é o limite raso entre vida e morte, ele é uma construção que perpassou por todos os nossos, está em movimento e está parado, está ativo e passando.

Temos que olhar o tempo com leveza e gratidão, ele não é nada se nós não formos também. O tempo é o que marca a passagem, mas ele é o ser mais relativo que há.
Para uns ler isso é perdê- lo, para uns é ganhar.

Para uns ter filho, fazer faculdade, andar de bicicleta é atraso, para uns é adiantar.

O que mais gosto do tempo- fazedor- de- vida é que ele nos mostra que estamos no momento certo, mesmo que custemos acreditar.

Não cheguei cedo nem tarde, não demorei nem apressei. Estou no meu momento.
Você está no seu momento, e o rapaz lá do Japão também está.

Esse grande tempo é regido por uma única mão, e ela nos traz o entendimento que de controle não temos essa opção.

O fazedor de vida do tempo é DEUS e a gente em segundo lugar. E se me permite falar, era isso sobre o tempo que vim contar.

Para falar sobre o tempo é preciso falar em confiança.

Ele tem essa herança eterna que é saber tudinho sempre, mesmo que a gente ainda não saiba, mesmo que a gente tente.

Aproveite o tempo que tem, e ao seu modo: Vá fazer vida!
O tempo está passando... Será?

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Rayanne Jarcem
Rayanne Jarcem Seguir

Um cadinho de Cláudio e um tantin de Edilma! Uma mistura que cresceu e foi investir no amor a vida. Também pudera, o que eles me deram é muito grande. É o novo, portanto, é poesia.

Ler conteúdo completo
Indicados para você