[ editar artigo]

TEMPO DE EXECUTAR TAREFAS

TEMPO DE EXECUTAR TAREFAS

Sempre fiz de tudo para que meus pais e meu irmão tivessem saúde. Pesquisando muito sobre cada problema que surgia e cobrando atitudes também.

Motivada por tentar ajudar meu pai e depois minha mãe que tiveram problemas muito graves de saúde que os levaram à morte, sempre busquei informações...

Quando fiquei sabendo da doença grave do papai, busquei até seu último dia de vida, por algo que pudesse curá-lo. Depois de sua partida, a ansiedade diante do futuro era tanta que passei a ter pânico, situação que me levou à terapia e à busca pela cura emocional.

Na verdade não era apenas o pânico, Síndrome do Intestino Irritável, fortes dores na lombar, cervicalgia, ATM, e muitos outros problemas me acometeram naquele momento de minha vida.

Num movimento que hoje entendo como sistêmico, obtive resultados muito positivos com essa busca por melhora...  Além da terapia, os livros de Anthony Robbins, Rhonda Byrne, Michael J. Losier, juntamente com os florais e informações sobre a física quântica, foram alguns dos instrumentos que contribuíram para uma mudança expressiva em minha vida.

Mas o medo de adoecer, e de que as pessoas que eu amava adoecessem, se mantinha... quando a mamãe adoeceu gravemente, novamente eu estava lá, incansavelmente, intensificando minha busca por algo que pudesse salvá-la. Como eu queria encontrar meu Deus.

Naquela altura, eu já sabia da importância do emocional para criar e curar as doenças. Eu acreditava que essa ligação fazia sentido, mas ainda não tinha ferramentas, não sabia como mudar esse processo.  

Iniciei com a EFT, algo que já tinha experimentado. Fui estudar Bioalinhamento que se baseia nos conhecimentos da Nova Medicina Germânica para explicar as doenças. De acordo com o médico alemão Dr. Ryke Geerd Hamer, os sintomas são desencadeados por traumas e correspondem à um mecanismo biológico de nosso corpo para nos auxiliar.

Isso mudava toda minha visão sobre os problemas de saúde, e tentei de todas as maneiras, mudar a percepção de minha mãe na tentativa de ajuda-la, de salvá-la. Ela conseguiu mudar muito, eu sei, mas seus sintomas tinham raízes tão profundas. Não foi possível fazer toda mudança necessária. Ela carregava tanto.

Hoje, com o conhecimento das constelações, entendo como os traumas de gerações anteriores, além das experiências pessoais, afetam nossa saúde, requerendo transformações internas profundas, mesmo que em alguns casos sejam mudanças simples.

Infelizmente não foi possível intervir nesse processo a tempo de salvar minha mãezinha, mas sei da importância de seguir buscando resolver as tarefas deixadas pelo meu sistema, agora também deixadas por ela e pelo papai. Saber que nos é dada a oportunidade de vencer os sintomas me traz certa leveza, visto que sempre estive movida pelo medo das doenças.

Sim querida Olinda, as aulas do módulo 4 mexeram muito comigo. Um misto de conforto e desconforto. Entender os sintomas como tarefas a serem realizadas traz otimismo, me tira o peso do medo. Sei que não é suficiente se não houver conversão, mas isso já ajuda tanto. Gratidão imensa!

Minha listinha de tarefas parece longa, mas sua maneira de nos trazer as explicações me faz ter vontade de resolver cada uma delas, uma a uma, com cuidado, com amor. Tarefas são coisas que podem ser resolvidas!

Aos 46 do segundo tempo, sei que tenho algumas prioridades e espero, de todo coração, ter a força suficiente para fazer as mudanças necessárias e seguir com a esperança de que a vida pode sim ser vivida com alegria e paz, pela graça de Deus.

Um abraço carinhoso!

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Shirley Martins Menezes Svazati
Shirley Martins Menezes Svazati Seguir

Sou professora e pesquisadora. Apaixonada por desenvolvimento humano.

Ler conteúdo completo
Indicados para você