[ editar artigo]

Terror na Escola ou um pouco sobre meu processo de alfabetização

Terror na Escola ou um pouco sobre meu processo de alfabetização

 

Quando pensamos em a-e-i-o-u...  eu lembro que não foi fácil assim para mim.

O mais desafiante... é segurar o lápis. Ai que foi bem difícil.
Não pelo lápis... mas por conta da professora.

Era uma mulher muito estranha. Bonita, fisicamente. Um tipo grande, alto. Bem europeu.

Meus irmãos já frequentavam aquela escola. Eu contava nos dedos os dias para eu poder também fazer parte. Achava lindo o mundo novo que eles contavam para mim.  Porque afinal, eu já sabia contar, já sabia as vogais, já sabia o alfabeto e já sabia escrever meu nome. Eu adorava!

Contudo, já ao pisar meus pezinhos ali naquela sala tão desejada...  eu percebi algo estranho. Uma energia de medo. Um muro.

Bem, os dias passaram e para minha surpresa...  um dia me dei conta do pesadelo:

Uma lousa grande , aquela mulher encheu de palavras. Começou a chamar os colegas e pedia para circularem a- e- i, u... 

Para nosso pesadelo...  ela puxou as orelhas de um  colega, quase arrancando, os cabelos de outro, quase derrubando a pobre e assustada pessoinha...  Então, aquele monstro me aponta o dedo indicador:

- Você , agora!

Caminhei cambaleante até a lousa... lá só ouvia: circule... (não ouvi mais nada...) estava em estado de choque...   circulei alguma letra qualquer...  

Aquelas mãos horríveis daquela pessoa horrível...  puxou uma orelha minha ou as duas..  e me mandou sentar.

Não sei como sobrevivi. Aliás, entrei em coma.  Sim!  Eu só lembro que minha cabeça doía demais... eu não via mais alegria em nada, tinha pânico de ir para a escola.  

Fiquei em casa. Meus pais me abraçaram.

Minha querida mamãe soube me ouvir, me descobrir, me acudir. Como sempre. Minha mãe foi uma mulher muito sábia.  Mentalmente, espiritualmente. Eu penso que minha mãe é uma santa. 

Então, minha mamãe disse que eu não precisava mais ir para a escola.   Suspirei aliviada.

Fiquei uns 30 ou 45 dias em casa.. Homeschooling. Minha irmã me ajudou... tão linda, minha tata, Susy Guedes. Aprendi aquela tal cartilha Vila Sésamo de traz para frente  e de frente para trás... sabia tudo. Aprendi as operações básicas da matemática... ela tornou-se minha mentora desde então!

Lembro-me como se fosse hoje: eu deitada de bruços, com as pernocas para cima, lápis e cartilha na minha frente... aiiii que gostosura.

Tinha saudades dos meus colegas. Mas, nem pensava muito. Quando vinha o pensamento, eu mandava ele embora. Mamãe já havia ensinado isso. Quanto à professora também. 

Mamãe havia me dito para confiar e me despreocupar que papai iria cuidar do assunto.

Certo dia, minha mamãe perguntou se eu gostaria de voltar à escola.  Eu fiquei meio surpresa... ela completou: - A professora pediu desculpas e ela não vai mais maltratar nem você, nem seus coleguinhas. Seu papai já resolveu, filha.

Voltei à escola.

Foi um bom semestre.  Ela nunca nos pediu desculpas. Mas, as agressões cessaram.

Desenvolvi Fobia Social, me curei só  aos 25 anos, quando encontrei a Terapia Sistêmica em minha vida... Era um pesadelo!

A Terapia? Ah, foi assim: um dia...  ao visitar meus pais, eu soube que meu pai foi até a secretaria de educação, comunicou o ocorrido, veio até à professora e disse-lhe:

- Sou Cizinho Pereira Guedes,  Sra. Professora. Sou o pai de Olinda Guedes.    

Bastou isso.

Nunca mais.

Quando há pertencimento, há segurança. 

Quando há afeto, há servir.

As crianças merecem respeito.

Ainda preciso completar algo em relação a esse fato traumático em minha vida. O tempo é o senhor da razão.

Muito grata,  Angela Bona Josefi, https://www.facebook.com/angelahelena.bonajosefi .  Esta Oficina de Alfabetização Sistêmica tem sido uma alegria para mim.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
OLINDA GUEDES
OLINDA GUEDES Seguir

Oilá, gente linda! É uma boa história a minha vida... ainda temos muito a viver. A parte mais linda é ser "Mamain" das duas princesas Nina Maria, Camila Maria e dos cinco príncipes cavalheiros...

Ler conteúdo completo
Indicados para você