[ editar artigo]

Tudo é uma questão de perspectiva

Tudo é uma questão de perspectiva

Esses dias Henrique estava ouvindo aquela música (Era uma Vez- Kell Smith).

E quando chegou naquele trecho que diz: “Porque um joelho ralado dói bem menos que um coração partido”...

Ele soltou mais uma de suas pérolas! 

Acho que isso é o contrário!! 

Um joelho ralado dói bemmm mais que um coração partido! 

Eu, caí na risada! Pensei comigo, ah ele nunca teve o coração partido.

Então ele disse, eu já tive o coração partido, mas, ralar o joelho dói mais.

Então fiquei pensando!! Tudo é uma questão de perspectiva! 

Tudo depende de quem olha, como olha e com quais lentes olha.

Como nós temos olhado para tudo que acontece à nossa volta?

Uma criança, certamente acredita que um joelho dói mais. Porque eles sabem bemmm o que é ralar um joelho. E para o mundinho deles é uma realidade dolorida.

Para meu filho, dói mais o joelho, claro!

Do mesmo modo que podemos olhar para os acontecimentos e pensar: ahh isso é tão ruim, foi tão horroroso. Isso dói tanto!

Mas também podemos olhar com a lente que ajusta a visão para ver o que de bom isso pode me trazer?

O que de bom ter um coração partido pode me trazer?

O que de bom uma pandemia pode me trazer?

O que de bom uma doença pode me trazer?

O que de bom eu posso aprender com isso que está acontecendo comigo?

Como contar essa história extraindo o que de bom?

Nós sempre vamos ter motivos para apontar o que de ruim aquilo trouxe. 

Mas, isso nos fortalece ou enfraquece?

E nós queremos ficar mais fracos ou mais fortes?

Eu tenho certeza que se a gente encontrar boas razões para algumas coisas que acontecem com a gente, vamos conseguir aceitar e transmutar, ressignificar certas coisas bem mais rápido!

Aceitar não é ser passivo. É compreender que não temos o controle sobre tudo. E a partir disso, fazer o que é necessário, com as ferramentas que tem.

Que possamos olhar de modo mais compassivo e amoroso inclusive com a gente mesmo.

Esses dias uma pessoa me disse: eu sou burra, porque fiz tal coisa! 

Eu disse à ela, seja mais gentil com você mesma, não se maltrate! Você só estava tentando ser feliz e achou que aquela era a forma. 

Se quero que alguém me trate bem, devo me tratar bem também!! Se quero ser amado devo me amar. 

Afinal de contas, eu sou a pessoa mais importante da minha vida!

Saber Sistêmico
MILENA PATRICIA DA SILVA
MILENA PATRICIA DA SILVA Seguir

Sou mãe do pequeno Henrique, escritora professora de Direito Sistêmico, Advogada, pesquisadora, terapeuta, master e coach em PNL, doula, apaixonada pelo cuidar do ser, pelo conhecimento, pelos livros e pela vida e por chá de manjericão.

Ler matéria completa
Indicados para você