[ editar artigo]

ATIVIDADE CARTA AOS ANTEPASSADOS

ATIVIDADE CARTA AOS ANTEPASSADOS

Aos meus queridos e honrosos ancestrais, sangue do meu sangue, história da minha história.

Peço permissão a todos(as) que veio antes de mim e trilharam uma jornada que eu jamais posso mensurar a grandeza, pois sei que tudo o que eu ousar quantificar será pequeno diante da história de todos(as).

Aos ancestrais da minha linhagem paterna pouco sei, pois meus pais separam-se e esporadicamente convivi com meus avos, e nesse pouco soube que meu avô era italiano ou descendente de italiano, mas não sei como se conheceram nem sua história ao certo. Ele deixou o corpo físico cedo, por meio de um infarto isso é tudo o que eu sei sobre ele. Minha vó, conta que ele cuidava muito dela e dos filhos e que era um homem muito bom.

Meu pai separou-se de minha mãe e sei que a história foi bem dolorosa, ele era muito inteligente e gostava de fazer poesias. Acredito até que ele queria mudar o mundo. Um tanto bon-vivant também e hoje quando converso com minha mãe vejo as diferenças entre eles, mas quem sou eu para dizer algo sobre, só agradecer aos dois por minha vida. Ele não encontra-se mais nesse plano, deixou o corpo físico com 63 anos, e acompanhei um pouco sua doença (câncer na laringe).

Hoje, sei o que significa essa doença e entendo muitas coisas.

Nunca me senti acolhida por parte da família do meu pai e depois da sua partida ficou mais forte ainda, não quero mal de nenhum, mas não quero contato com eles, ocorreram situações no decorrer do processo de sua morte, que seus irmãos e irmãs fizeram e que fora autorizado por minha vó que eu não consegui digerir ainda.

Aos meus ancestrais materno, com o qual fui criada, admiro e reconheço a força de todos, pois sei que abriram caminho para que eu pudesse aqui estar. Vejo a repetição de padrão bem claro na minha vida, pois minha história e a de minha mãe se confundem.

Minha mãe cedo engravidou, aos 20 anos e me teve, depois de um tempo casou-se com meu pai, moraram juntos por um período, mas não seguiram juntos.

Separaram-se e eu lembro-me de alguns fleches da história. Dolorosa separação.

Eu repeti a mesma história de minha mãe, engravidei aos 18 anos, não casei nem morei com o pai de minha filha, a família dele não queria e foi muito, muito doloroso para mim, cheguei até duvidar de DEUS.

Ah, que doidera né?!

Hoje vejo tudo com outros olhos.

Sou grata pela história de todos os meus antepassados pois sem eles não seria possível estar aqui contando e vivendo esse momento.

Momento de ressignificar minha história, de honrar e agradecer, mesmo sem entender todo o enredo, mas tanto faz saber de todos os detalhes, para mim hoje, o mais importante é reconhecer que eles fizeram minha estrada e que hoje eu posso acolher todos dentro de mim.

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você