[ editar artigo]

A ARTE DA GUERRA PARA MULHERES

A ARTE DA GUERRA PARA MULHERES

DADOS DA LEITORA

Nome completo: Idalina A. Soares Seffrin

Curso: Formação Real em Constelações Sistêmicas Familiares           turma: 05
Data de Inscrição: 11/05/2021    

Data: 02/011/2021

DADOS DO EXEMPLAR LIDO

Título:  A Arte da Guerra para Mulheres

Autor: Sun tzu      -   Neusa Capelo, Albertina Pereira Leite Piva: Versão brasileira para mulheres

Local de Publicação: Curitiba/PR

Editora:  Fundamento                  Ano: 2003

. Qual a mensagem global que o autor deixou para você? Resuma em no máximo quatro linhas.

Quando ouvimos a palavra “guerra” nosso inconsciente coletivo acessa imagens de batalhas, vítimas e brutalidade. No conceito chinês de arte da guerra, que remonta há 3.500 anos, a palavra guerra significa: um conjunto de estratégias que procuram fazer tudo da maneira mais fácil possível para se chegar à vitória e à paz. Este livro é uma versão do livro original a Arte da Guerra de Sun Tzu adaptado à nossa realidade atual.

. A partir do que você leu, enumere 10 dicas para você criar excelência para sua vida.

  1. A arte da guerra é universal. É arte, não guerra.
  2. Durante 5 mil anos, os filósofos chineses dedicaram seu tempo a observar e documentar os segredos da natureza e os sutis padrões que a governam. Sun tzu baseou os princípios de A Arte da Guerra nessas observações filosóficas das leis que comandam o universo;
  3. Passados 3.500 anos, os tempos não são os mesmos. Depois da batalha dos sexos travadas no século anterior, as mulheres estão mais seguras do que nunca do seu eu feminino. Antes as mulheres diziam: “eu quero me casar com um milionário". Agora as mulheres dizem, "eu quero ser uma milionária.” Isto tornou-se um fenômeno internacional, uma corrente de feminilidade universal que atravessa e ultrapassa culturas e fronteiras nacionais;
  4.  Não precisamos odiar os homens nem decretar guerra contra eles, apenas precisamos só de nos munir de estratégias para celebração integral do nosso eu feminino enquanto conquistamos a liberdade total de alcançar o máximo do sucesso pessoal e profissional;
  5. Para os homens é mais fácil aceitarem com mais naturalidade os conceitos da guerra e da batalha. Por milhares de anos os homens travaram batalhas pela sobrevivência. Geneticamente, suas mentes ficaram marcadas para pensar como guerreiros;
  6. No Ocidente, a ideia de guerra é deixar que tropas inimigas se enfrentem. Neste livro de origem Oriental, a palavra  arte da guerra representa  estratégias que são uma combinação perfeita para as maiores forças naturais das mulheres.

Os cinco elementos da arte da guerra são:

  1. Tao (postura, moral, retidão);
  2. Tien  (condições climáticas, sincronização);
  3. Di (terra, vantagem e desvantagem);
  4. Jiang (liderança);
  5. Fa (administração, disciplina).

Sendo proficiente nas estratégias da arte da guerra verá o que seu concorrente não vê e ouvirá as mensagens silenciosas que ele não consegue ouvir.

  1. Armado com o senso de retidão e as bênçãos do céu, o exército se torna destemido. Assim, se dispõe a viver e morrer para alcançar a vitória;
  2. As raízes do pensamento estratégico estão na natureza: dê  ao seu oponente a impressão de ter a timidez de uma virgem e ele vai subestimar você. Com isso, vai baixar a guarda e deixar uma brecha. Faça como o coelho em fuga e o seu oponente será tomado de surpresa e não conseguirá se defender;
  3. Os grandes estrategistas aprenderam a identificar os princípios que atuam na natureza, harmonizar-se com eles e ver como eles podem ser transportados para tudo que fazemos na vida;
  4. Quem vai pôr em ação a estratégia precisa ter moralidade impecável. Para ser capaz de reconhecer as intenções desonestas do oponente, você precisará de severidade consigo mesmo, de uma ética inabalável e de um sólido conjunto de valores morais. Somente contra o pano de fundo da sua integridade pura e clara é possível ver a desonestidade alheia;
  5. No universo, yin, a força feminina é igual a yang, a força masculina. Como disse Lao Tzu, o grande filósofo Taoísta: “o universo, ao carregar em seu seio yin e yang, infunde ambas forças com igual energia.  E assim, faz-se a harmonia”;
  6. Não foi o céu que criou a desigualdade entre os sexos. A maior culpa, ao menos pelas mazelas do passado, deve ser atribuída aos homens. Quero que saibam que não falo contra os homens e a intenção não é atacá-los. No entanto, como a história da humanidade é a história deles e foi escrita e interpretada por eles, foi aí que começou o problema;
  7. Tudo que é contra o Tao acaba se destruindo. Esta é uma lei universal. Depreciar alguém, com base em diferenças de cultura, religião, sexo ou cor de pele é contra o Tao, então, depreciar a mulher não é do Tao. É uma atitude que vai encontrar a própria correção e destruição.

. Considerando a realidade onde vive, o que você aplicou, imediatamente, assim que leu? (Qual tópico, qual ideia? - cite o capítulo, página e a ideia).

Nós, as mulheres, teremos contribuído para a transformação da consciência humana sobre as diferenças sexuais, levando a um mundo tão ignorante o entendimento da verdadeira natureza da feminilidade, mudando a história humana, antes apenas masculina, para uma história feminina também, alcançando a mulher da dignidade de uma posição inferior até a plataforma da verdadeira igualdade.

Iremos passando de um papel secundário a estrelas do belo drama da humanidade que se desenrola no palco do futuro e sendo nós mesmas entusiasticamente inovadoras, capazes de rápida adaptação, brilhantemente criativas, gente que aprecia o prazer de vencer, quer usemos sapatinhos de cristal ou botas de combate.

. O que você transformou em si mesma com a leitura deste livro?

Devemos ter sido almas muito boas para receber a dádiva de testemunhar este glorioso tempo de mudança e com transformações que ocorrem na economia mundial; temos uma ótima oportunidade de reposicionamento.

. Quais as mudanças que você se compromete em tornar real a partir desta leitura?

Ser aquela mulher que se concentra no trabalho, que conduz a vida em condições de igualdade, que não vê discriminação, que transmite energia positiva, que usa estratégias para progredir rapidamente e que vence as próprias jogadas.

. Se você encontrasse o autor do livro,  as autoras da versão para o português, o que você diria a eles?

Gratidão! Quanta sabedoria milenar compilada e adaptada à realidade em 161 páginas. Gratidão pelo olhar feminino na versão.

. Enumere 3 pessoas para as quais você sugeriria este livro e justifique.

- Para todas as mulheres que não leram este livro e que desistiram de buscar seu lugar ao sol;

- Para as mulheres machistas, as que subestimam sua própria capacidade de ser livre e independente. Não precisamos mais buscar o príncipe encantado. Já podemos tomar as rédeas dos nossos sonhos. A caneta para escrever nosso próprio destino e sermos protagonistas de nossa própria história;

- Para as mulheres misóginas, aquelas que odeiam os homens, por que os viram como adversários e não como complementares. Aquelas que ainda lutam para ser como eles, coisa impossível pela natureza divina, sendo assim projetam no masculino o ódio que carregam contra si mesmas.

#fichamento

 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você