[ editar artigo]

A filha do Pai

A filha do Pai

A "filha do pai". A filha “preferida” do papai. A "queridinha" dele. Uma filha que se identifica com o mundo masculino. Uma mulher decidida, objetiva, responsável, disciplinada, cheia de afazeres e deveres...Uma couraça!

Contra uma possível rejeição desse pai, afinal ela precisa ser “reconhecida” por ele. 
São mulheres controladoras, porque estar no controle é a única forma de se sentirem seguras.

Uma proteção contra seu próprio feminino que acabou se tornando sinônimo de vulnerabilidade. A “filha do pai” parece não ter feito um bom vínculo com sua mãe.

Não foi possível compreendê-la e aceitá-la, o que reforçou ainda mais sua identidade com o mundo racional. Mas... Na metade da vida essa mulher está exausta!

Olha para trás e a sensação é que a vida foi uma missão e que viveu uma sucessão de batalhas que tiveram que ser vencidas. O que essa filha reprimiu e preferiu "esquecer" na sacola?

A segurança que vem do contato com o mundo interior, com a intuição, o saber profundo, a espiritualidade. E na metade da vida, mesmo exausta, ela ainda terá uma grande tarefa a realizar: encontrar dentro de si mesma o aspecto maternal negado por tanto tempo: ser a sua própria mãe.

Faz sentido para você?

#cuidandodoser #vempraterapia

#sabersistemico

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você