[ editar artigo]

A INFÂNCIA DOS MEUS PAIS

A INFÂNCIA DOS MEUS PAIS

Existem muitas semelhanças entre a infância dos meus pais e a minha. Mesmo em épocas tão diferentes os sentimentos eram os mesmos.

Minha mãe, como filha caçula, foi muito paparicada por minha Avó. E eu também, apesar de não ser a filha caçula.

Minha mamãe teve uma infância tranquila e feliz, mas precisou adultecer muito cedo. Minha avó não compartilhava sua vida com a minha mãe, mas esta por sua vez, passou a tomar lugar de marido da mãe, como eu também.

Já a infância do meu papai foi muito difícil. Ele perdeu seu pai desde cedo, passou por várias dificuldades e escassez e apanhou muito quando pequeno.  

Meu papai teve que trabalhar duro desde muito cedo e era uma criança muito pequena, por conta disso tudo se sentiu só. Apesar de não viver exatamente como ele, meus pais se separam cedo, então, eu também senti como se tivesse perdido o meu papai.

Me lembro de ser uma criança que não brincava muito e me sentia exausta porque queria servir os dois o tempo todo. Eu apanhei muito dele, pois ele não aprendeu a amar e não poderia me ensinar o que ele não tinha.  Como na separação meu papai não ajudou minha mamãe, eu vivi na escassez até compreender que eram memórias traumáticas do meu sistema.

Hoje como adulta percebo que tudo precisou ser como realmente foi para que a eu adulta pudesse olhar para o nosso sistema.

Quantos movimentos pude olhar e transformar em mim. Quantas curas em nosso sistema.

Quanta gratidão aos meus papais pela vida que me deram. Eu amo vocês. Hoje eu sou forte. 

 

 

 

 

 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você