[ editar artigo]

A MINHA CHEGADA

A MINHA CHEGADA

Meus pais se conheceram desde adolescentes, minha mãe com 14 e meu pai com 17 anos, e desde então estão juntos.

Namoraram por 11 anos, meu pai só casaria se tivesse um apartamento quitado e mobiliado, e assim o fez.

Eles terminaram a faculdade, meu pai passou no concurso público e comprou um apartamento. Minha mãe o ajudou a mobiliar e assim marcaram a data do casamento.

O sonho da minha mãe era engravidar. Depois de várias tentativas frustradas foi atrás de tratamento para conseguir. Deu certo, sou a primogênita! A gravidez não foi um mar de rosas, a mamãe teve descolamento da placenta e teve uma gravidez de extremo risco, ela conta que de espirrar ela corria o risco de abortar, tinha muitos sangramentos e muito medo de me perder, além da fé que a sustentava.

Durante os meus três primeiros anos eu fui filha única, muito próxima dos dois. Quando minha mãe engravidou da minha irmã, também teve gravidez de risco e muito medo, acabei me aproximando mais do papai por conta da ausência da minha mãe, que passou meses em repouso. 

Eles tiveram duas filhas nascidas. 

Hoje somos muito próximos e tenho em mim um pouquinho de casa.

Minha irmã sempre foi a minha melhor amiga, até quando crianças. Eu os carrego no meu coração. Amo minha família!

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você