[ editar artigo]

A VERDADE SOBRE O SOFRIMENTO HUMANO

A VERDADE SOBRE O SOFRIMENTO HUMANO

FICHAMENTO DE LEITURA

DADOS DO LEITOR

Nome completo: Kelim Viviane Valentini

Curso: FORMAÇÃO REAL EM CONSTELAÇÕES SISTÊMICAS – com Olinda Guedes

Data de Inscrição: Maio/2021                       

Data: 22/08/2021

DADOS DO EXEMPLAR LIDO

Título: A Verdade Sobre o Sofrimento Humano

Autor(es): Olinda Guedes

Editora: Appris

 

Orientação Para Fichamento

  1. Qual a mensagem global que o autor deixou para você? Resuma em, no máximo, 4 linhas.

A mensagem é clara da Profa. Olinda sobre o tema do sofrimento humano: os sintomas são os primeiros alertas que algo não está funcionando bem, seja no corpo, na mente ou no coração. Há questões acerca de relacionamentos para serem resolvidas, algo que está emaranhado, algo que não está em equilíbrio e como não há aceitação o corpo fala por meios de sintomas.

2. A partir do que você leu, enumere 10 dicas para você criar excelência para sua vida.

  1. Vou criar laço com a meditação diária para a mente tornar-se atenta e madura, pois mente barulhenta quer atenção a todo instante e assim o relacionamento do presente fica prejudicado;
  2. Me proponho a deixar de combater os acontecimentos da vida, aceitá-los, agradecê-los, senti-los e se for consistente reformular para manter o equilíbrio;
  3. Vou tratar a ansiedade, nervosismo, sentimentos reativos com quietação interior e corpórea e quando o coração acalmar, quando o coração estiver livre da dor, vou buscar o motivo que se deu, buscar acontecimentos anteriores e o que eles querem demonstrar para mim e se não conseguir compreender, vou buscar ajuda;
  4.  Vou olhar os meus medos e julgamentos e tratá-los com responsabilidade, compaixão, amor e humildade pois, atrás desse comportamento de ir para trás, de regredir,  mora algo no inconsciente que está suprindo uma lembrança seja de antepassados ou pessoal;
  5. Meu inconsciente precisa de carinho, atenção e emoção superior e como atitude, vou consumir mais poesia, mais música, mais meditação, mais alegria para repor a um circuito de força, empoderamento, presença;
  6. No meu coração lembro dos entes queridos com alegria, vou contar histórias deles acentuando a bravura dos homens maravilhosos, o amor das mulheres pelos filhos e pela família, enaltecendo a felicidade das conquistas que tiveram, dos caminhos que tomaram para sobreviver. Vou sempre relembrar que não preciso ser leal a eles, apesar de amá-los e não preciso carregar fardos genéticos pois o que é deles devolvo para eles, seguindo em paz.
  7. A essa ansiedade que de tempos em tempos me aparece do nada,  a partir de agora vejo com amor o medo do amanhã, tomo meu papai do meu inconsciente, como abraçando ele e digo que me autorizei a ir mais devagar pois quero sentir mais a vida, quero ouvir mais, quero escolher e viver planejando meu cenário de cada dia, agradecendo meu papai e sigo em frente.
  8. A partir de agora olho para o meu corpo com mais amor, cuidado e me permito descansar, sentir mais meu corpo e tomar um chá para me refazer.
  9. Ter um outro olhar para com meu cérebro e para sistema neurológico, me propondo a exercitá-lo de maneira saudável para seu funcionamento em estado de alegria.
  10. Atitude em colocar os projetos de vida em circulação, com vontade e liderá-los, sabendo que tenho capacidade para realizá-los.

3. Considerando a realidade onde vive, o que você aplicou, imediatamente, assim que leu? (Qual tópico, qual ideia? - cite o capítulo, página e a ideia),

O capítulo que apliquei, assim que li, foi sobre "O Corpo Fala". Estou olhando para os ressentimentos com carinho, pois eles são a mola para os sintomas e se eu não der atenção a isso, pode causar um dano maior, pode surgir uma doença chamando ainda mais a atenção.

Como diz a Prof. Olinda os ressentimentos fazem manter os sofrimentos, aprisionam nossa atenção e nossa possibilidade de viver em paz, serenidade a alegria...

Então olho com carinho para esses relacionamentos que me ressentir, compreendendo-os e assim posso hospedar a paz, a tranquilidade.

4. O que você transformou em si mesmo com a leitura deste livro?

Esse livro é muito gostoso de ler, ele vai trazendo consciência de problemas que vivemos e ideias de ações para atuar neles. Mostra como podemos olhar de forma diferente o sofrimento, como podemos interferir em comportamentos repetitivos, crenças etc.

É um livro para ler, sentir, se colocar para mudar e aplicar ações. Você vai adorar.

5. Quais as mudanças que você se compromete em tornar real a partir desta leitura?

As mudanças só se realizarão se eu colocar em prática, se eu realmente quero mudar e para isso preciso fazer a lição de casa, olhar para mim e ter atitude. Eu me comprometo comigo a inserir mais paz, plenitude e harmonia no meu dia a dia.

6. Se você encontrasse o autor do livro, o que você diria a ele?

Se eu encontrasse a Profa. Olinda, diria à ela que fiquei agraciada com esse livro e que a forma como ela aborda as questões nos impulsiona a seguir, a não estagnar. Só para ela saber que mesmo antes de lê-lo já tinha dado de presente para duas pessoas lindas que amo demais.

7. Enumere 3 pessoas para as quais você sugeriria este livro e justifique.

Eu sugiro a leitura do livro para minhas cunhadas Denise, Luciana, Ana, Rebecca e Angélica, apesar do pouco contato que tenho com elas, as admiro, elas sempre estão buscando o melhor para elas e para a família. Esse livro as ajudaria  a conhecerem a terapia sistêmica e também a ajudar mais pessoas.

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Kelim Valentini
Kelim Valentini Seguir

Pós graduada em Gestão de Pessoas, atualmente está se reposicionando à Life Coach. Mais de 20 anos de experiência na área administrativa (Departamento Pessoal, Financeira e Recursos Humanos) em empresas na área de Previdência Privada ...

Ler conteúdo completo
Indicados para você