[ editar artigo]

AH! QUE BOM QUE EU SEI!

AH! QUE BOM QUE EU SEI!

DADOS DA LEITORA

Nome: Maria de Lourdes Garcia

Curso: Formação Real em Constelações Sistêmicas

DADOS DO EXEMPLAR LIDO

Título: Ah! Que bom que eu sei!

Autor(es): Jacob Schneider, Brigitte Gross

Edição:  1ª                           Local de Publicação: Patos de Minas-MG

Editora: Atman                Ano: 2005

 

  • Qual a mensagem global que o autor deixou para você? Resuma em no máximo, 4 linhas.

A mensagem é que através de um conto de fadas em nossa infância é possível revelar em uma Constelação familiar o que estamos passando e poder ter a cura, sabendo a causa.

  • A partir do que você leu, enumere 10 dicas para você criar excelência para sua vida.
  1. A força do pertencimento atua no sentido de que todo nascimento ou ligação existencial;
  2. Na compensação, o vínculo amoroso conduz todos os membros da família e do clã a um sentimento de responsabilidade pela vida;
  3. Estamos inseridos na alma, do mesmo modo como estamos inseridos no sopro que nos traz a vida;
  4. Uma boa compensação, tomar na vida tudo de bom que recebemos com gratidão e fazer o melhor do que recebemos;
  5. A força da ordem atua de modo que os relacionamentos sejam regulamentados com confiança;
  6. Na procura de solução, nem sempre olhar para o passado está em primeiro plano;
  7. A percepção da pessoa e dos acontecimentos familiares são tão significativos quanto a própria história;
  8. Vínculo e solução atuam em conjunto;
  9. Compreensão é uma clareza que emerge do inconsciente coletivo e individual;
  10. Procuramos a felicidade onde só uma cura poderá ser dada de presente.
  • Considerando a realidade onde vive, o que você aplicou, imediatamente, assim que leu? (Qual tópico, qual ideia?- cite o capítulo, pagina e a ideia).

Três forças básicas atuam na alma, sustentadas pelo vínculo amoroso, dando forma ao laço do destino dentro de um  sistema de relacionamento: a força do pertencimento, a força da compensação e a força da ordem. (pag.21)

Essas forças cobram o vinculo de pertencimento, compensação e ordem, por isso devemos respeitar.

  • O que você transformou em si mesmo com a leitura deste livro?

O modo de ver as histórias que gostamos na infância pode se revelar numa Constelação Familiar.

  • Quais as mudanças que você compromete em tomar real a partir desta leitura?

Aperfeiçoar mais nos livros Sistêmicos.

  • Se você encontrasse o autor do livro, o que você diria a ele?

Maravilhoso o estudo de vocês: Brigitte e JaKob, sobre as histórias prediletas de nossa infância.

  • Enumere 3 pessoas para as quais você sugeriria este livro e justifique.

Danilo, Letícia e Lucas, meus filhos, para poderem entender a nossa história predileta no vínculo da vida.

#mod6 #fichamento

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você