[ editar artigo]

ALÉM DO APARENTE

ALÉM DO APARENTE

 

DADOS DA LEITORA

Nome: Raquel de Magalhães Junqueira

Curso: Formação Real em Constelações Sistêmicas   Turma: 04

Data: 12/05/2021

DADOS DO EXEMPLAR LIDO

Título: Além do Aparente

Autora: Olinda Guedes

Editora: Appris

. Qual a mensagem global que a autora deixou para você? Resuma em, no máximo, 4 linhas.

Em “Além do Aparente” Olinda Guedes nos conta que a vida tem um fluxo, uma forma de existir, o fluxo do amor. Temos o livre arbítrio, nossas escolhas, e temos o modo como fomos ensinados a existir (construídos de geração em geração). Entendemos que: se na vida existir dor, doença, sofrimento, ódio isso é um sintoma, uma oportunidade de mudar. Viver deve ser com alegria, saúde e abundância.

. A partir do que você leu, enumere 10 dicas para você criar excelência para sua vida.

 - O amor tem leis, maiores que nós como indivíduos, e faremos de tudo para estar de acordo com estas leis. É maior que nós. As leis do amor são: Pertencimento, Compensação e Ordem;

 - Antes da felicidade, a lealdade. Herdamos dores e talentos, além de características físicas de nossos antepassados.  Se na sua vida existe alguma dor, sofrimento, doença, escassez, isso pode ser laço de amor interrompido com os pais, ou memória de algum antepassado (transgeracional), que está presente em você para que possa voltar ao fluxo. É amor ao seu sistema, ao qual você pertence. A lealdade é antes de tudo amor. Amor por aqueles que permitiram que você existisse;

 - O movimento de cura se faz através da ação: é fundamental reparar os danos causados ou retribuir o que recebeu de bom. Não basta saber, tomar consciência deve existir uma ação;

 - Benevolência, Retidão e Compaixão são virtudes necessárias para o movimento de cura. Importante desenvolvê-las e praticá-las. Para curar, precisamos exercer a gratidão, a humildade no pedir ajuda, o aceitar (movimento de concordar com a ordem) e o arrependimento. “Sentir-se certo, exatamente como se é, é uma das fomes da alma”;

 - São ordens da ajuda: 1 – dar somente o que tem e pedir somente o que necessita; 2 – permanecer humilde dentro dos contextos; 3 – considerar que a ajuda só é possível em uma relação de adultos (a vítima não quer ser ajudada, ela quer ter razão); 4 – se colocar diante do outro incluindo todo o seu sistema; 5 – não julgamento, amar o outro mesmo que nada se modifique. Importante se faz falar da “boa culpa”, aquela que nos move a reparar um dano ou retribuir um bem. Só existe um grande agora com aquilo que é necessário fazer: se a vida não segue em frente, então vá para trás. É lá que está o êxito, a alegria e a saúde;

 - Nossa primeira experiência com o amor é a nossa mãe. Somos a soma da nossa mãe com nosso pai e um algo mais, que nos torna especial. O êxito na vida é possível quando tomamos completamente o nosso pai e a nossa mãe. Somente a mãe pode permitir que o filho se sinta poderoso, capaz e que veja o pai. Mãe que libera o caminho para o sucesso (Pai);

 - Para que seu relacionamento conjugal exista e tenha futuro, são necessários: o Amor do coração (querer bem ao outro, fazê-lo feliz), Amor da Sexualidade (caracteriza que aquele amor é conjugal) e Amor a Vida (sentir-se alegre, o que irá abençoar os que vem depois);

 - O caminho para a saúde é incluir-se. Todo sintoma é uma auto exclusão. Importante desapegar-se dos medos, dos pensamentos, das ideias. Curar-se quando, a partir do movimento de soltar, seja possível tomar. A cura sempre é uma jornada intransferível e pessoal;

 - Dinâmicas que nos fazem adoecer: “eu sigo você”, “melhor eu do que você” e “Expiação de uma culpa”;

 - Em primeiro lugar o essencial. Para o sucesso, determinadas coisas são fundamentais, mas primeiro o essencial. São essências dentro do princípio sistêmico: 1 – O que precisa ser incluído? 2 – Como estou retribuindo aquilo que recebo? 3 – Qual é o lugar que o trabalho ocupa na minha vida?

 - TRABALHO: O trabalho sustenta a vida, está a serviço da vida e nós devemos estar a serviço dele. Quem não serve e só trabalha não tem êxito. Quem está reconciliado com os pais, segue naturalmente o curso da vida;

 - São sinais de reconciliação: ânimo, energia, criatividade, tolerância, serenidade, alegria, disponibilidade, generosidade e gratuidade.

 . Considerando a realidade onde vive, o que você aplicou, imediatamente, assim que leu? (Qual tópico, qual ideia? - cite o capítulo, página e a ideia).

Bem, vamos falar de mim. 

Após a leitura, comecei imediatamente (isso é inevitável) rever minha vida, os sentimentos que alimento com meus próximos, o que preciso olhar no meu passado que não está deixando a minha vida profissional ir para frente.

Porque isso não tem a ver com meu contexto e aprendi que tudo que não tem a ver com o contexto é lealdade (emaranhamento).

Sou estudada, capaz, inteligente, tenho tudo para ir bem e movimentar minha vida profissional, mas o que acontece? Tudo que começo em algum momento mingua e encerra. Estudo um assunto e trabalho com outro. O trabalho que tenho hoje não me deixa alegre, não me proporciona a sensação de dever cumprido, aquela sensação de quem contribui com algo de bom para a sociedade.

Estou sempre me desvalorizando.

. O que você transformou em si mesmo com a leitura deste livro?

Uma das coisas que percebi com essa leitura é a falta de ordem. Servimos ao trabalho e o trabalho serve a vida. Preciso pôr em prática. É necessária uma ação.

. O que você transformou em si mesma com a leitura deste livro?

Meu relacionamento com minha mãe é outra questão que estou disposta a encarar. Entender o contexto dela, e perceber que ela foi o melhor que pode. Porque sim, eu a culpava por diversos problemas meus. E como isso é ruim para mim, para ela, para todo meu sistema.

Meu lado materno passou por muitos abandonos, minha vó ficou órfã cedo, a mãe dela também.

Minha mãe pouco sabe da sua família materna. Não tem registros da sua infância. Minha gravidez foi de risco, por conta de uma ruptura de útero da minha mãe quando meu irmão mais velho nasceu.

São muitos abandonos a encarar e curar.

Meu pai cresceu em meio a muita dor. Filho temporão, com irmão doente, família rígida. Perdeu irmão e pais novo, assumiu desde cedo responsabilidades que não eram dele. Tudo fora de ordem.

. Quais as mudanças que você se compromete em tornar real a partir desta leitura?

Pertencimento, começarei por ele, por meus pais e como relaciono e sinto por eles. Pois aprendi nessa leitura que muitas coisas são fundamentais, mas em primeiro o essencial. Começarei por aí. Pelo essencial.

. Se você encontrasse a autora do livro, o que você diria a ela?

Eu finalizo com meu sincero agradecimento à Olinda Guedes. Ah, se tivesse a oportunidade de estar com ela, daria um abraço agradecido. Diria como a linguagem simples e acessível do livro “Além do Aparente” modificou minha forma de olhar para mim mesma e ver o mundo. Uma oportunidade para fazermos nossa vida mais alegre, com mais consistência, mais abundância.

. Enumere 3 pessoas para as quais você sugeriria este livro e justifique.

Eu inclusive já presentei algumas pessoas muito queridas para mim: minha mãe, meus irmãos e minha sogra. Obrigada Olinda.

#fichamento

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você