[ editar artigo]

AOS MEUS ANTEPASSADOS

AOS MEUS ANTEPASSADOS

Queridos, é com muito carinho que escrevo esta carta a vocês.

Eu sou Emanuelle, filha de Herculino e Rosângela, neta de Vicente e Angélica, e Maria Aparecida e José Corbiniano.

Há muito buscava por esse reencontro, sempre gostei de história, e sempre estava mesmo pequenininha, assuntando os causos dos mais velhos.

Claro que escondida, porque a minha mãe não gostava que criança ficasse no meio de adultos. Mas a minha curiosidade não me permitia tamanha disciplina, de maneira que hoje me sinto um pouco a guardiã das estórias da minha família. Bem, até onde sei.

Até porque, sabemos que, quem conta um conto aumento um ponto, então infelizmente sei das releituras das estórias, e isso muda muito o nosso destino. Meu Deus!

Como muda.

Somente depois dos conhecimentos da constelação sistêmica, é que pude perceber o quanto a verdade sobre os fatos, já ajuda e muito no processo evolutivo de cada um, quantas crenças poderiam ser evitadas.

Mas também não deixo de dizer, que isso só consegue acontecer em virtude do conhecimento adquirido no momento atual, com a consciência atual, e isso também muda muito nossos destinos.

Aliás, e que destinos tivemos não é?

Graças à entrega de vocês a favor da vida, cá estou eu.

Como não conseguir ver isso com gratidão hoje?

Simples, a maioria de nós não conseguiu notar a beleza das vicissitudes que a vida nos traz de presente para que possamos ter o aprendizado.

Em algum momento, nosso inconsciente coletivo nos levou a frágil ideia da facilidade, talvez pelo medo da dor.

E por falar em dor, quantas vocês passaram não é mesmo?

Quanta luta, discórdia, guerra, fome, caos!

Quanto medo!

Pois então, é isso que me faz admirar tanto vocês, porque hoje entendo o peso que enfrentaram para que se tornasse mais leve para nós, hoje.

Infelizmente com isso, também criamos uma sentença de fidelidade, e que mais uma vez nos traz a luz, a dor do que ainda precisa ser experimentado.

À vocês, tátas, bisas e avós paternos, a minha profunda admiração, embora ainda não tenha conseguido ter tanto acesso a suas histórias, vejo no meu pai o grande homem que vocês criaram.

Mas ainda há uma lacuna a ser preenchida, porque me pergunto muitas vezes: Quais foram suas lutas, as discórdias, os medos, e as dores?

Se tenho ressonância, não sei.

Do outro, à vocês meus tátas, bisas e avós maternos, eu já conheço um pouco mais a história, o que aumenta a minha admiração cada vez que mais compreendo as leis sistêmicas, mais compreendo o movimento de vocês.

Mas que em contrapartida dentro de mim, briga também por vezes algumas indignações, o que também me leva a entender a minha ocupação errada de lugar.

Ainda tenho muito que compreender essa imensa colcha de retalhos a ser tecida. Por hora, o meu muito obrigada, e a minha profunda reverência.

                                                             Com amor... da sua pequena Manu.

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Emanuelle Miranda
Emanuelle Miranda Seguir

Olá! Sou Emanuelle, filha de Herculino e Rosângela, sou mineira e apaixonada por esse universo sistêmico. Atuo como Terapeuta Integrativa, sou Mestre em Reiki, terapeuta em EFT, Florais de Bach e outras técnicas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você