[ editar artigo]

AS CONSEQUÊNCIAS DE UM VÍNCULO INTERROMPIDO

AS CONSEQUÊNCIAS DE UM VÍNCULO INTERROMPIDO

Hoje em dia a constelação familiar considera como vínculo de amor interrompido o afastamento emocional de uma criança e das frustrações com a inacessibilidade emocional ao seu pai ou à sua mãe.

Essa interrupção pode ser por três motivos: 

por vontade do pai ou da mãe ou de ambos, de abandonar a criança, rejeitando-a totalmente;

 quando esse pai e/ou mãe precisam por motivos de força maior e não por vontade própria, se afastar dessa criança por algum tempo ou em definitivo; 

quando o pai e/ou mãe criam o filho porém, mesmo presentes fisicamente, se tornam ausentes emocionante por não dar carinho, atenção, afeto e amor, e apenas seguem a “obrigatoriedade” de criar um filho, com seus direitos e deveres mas sem nenhum vínculo de amor ou quando esse vínculo de amor é falho por várias vezes, na infância dessa criança.

Bert Hellinger comprovou em seus estudos as consequências do sofrimento que um sistema passa quando há vínculo interrompido.

Pode haver pessoas, nesse sistema, tão frágeis, que chegam a chorar por qualquer motivo, que são depressivas ou já  sofreram uma depressão, que desenvolvem vícios como fumar, que são totalmente inseguras, que desistem de tudo muito fácil, que procrastinam tudo em suas rotinas, que têm dificuldades em seus relacionamentos por terem um gênio forte, e assim segue a desordem de sofrimento, nesse  sistema inteiro, porque essas dores e/ou características podem ser passadas por memórias transgêracionais, ou seja, de geração em geração. 

Quem não teve a infância feliz ou as infâncias dos antepassados tiveram dores e sofrimentos por causa desse vínculo de amor interrompido, pode, com a constelação sistêmica, curar em essa criança interior e recriar uma infância feliz e sem traumas de abandono.

 Curar para os pais, para os avós, olhando com compaixão, olhando com amor para aquela ferida. Pode-se então dizer: “Eu sinto muito meus pais (ou avós) pelo seu sofrimento, mas eu, daqui para frente, com a força que recebi de vocês, com a força que eu tomo de vocês, posso tornar a vida e recriar uma infância feliz.”

O mais importante de tudo isso, é que chegou até nós a consciência dessas informações, através dos estudos de Bert Hellinger, e a possibilidade de, mais uma vez, utilizarmos a constelação sistêmica para curarmos e ajudarmos e sermos felizes nessa existência. 

Eu preciso ser feliz, você precisa ser feliz, nossos herdeiros precisam ser felizes, temos direito à felicidade em sua totalidade e em abundância!
 

#mod2 #vinculodeamorinterrompido #dordoabandono #faltadospais #alessandraazevedo
 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você