[ editar artigo]

AS LEIS DO AMOR

AS LEIS DO AMOR

Muitas vezes uma pessoa na ânsia de pertencer a sua família acaba se emaranhando com as situações de dor e sofrimento do seu sistema familiar.

Emaranhamentos são situações que nós experienciamos como sensações, sentimentos, emoções que são desproporcionais ao contexto, isso também é lealdade, é um vínculo de amor interrompido.

Esses emaranhamentos podem passar de gerações em gerações até que alguém do sistema consiga curar.

Todo sofrimento é uma grande declaração de amor ao nosso sistema.

E enquanto não fazemos terapia, constelação estaremos vivendo emaranhados. E nesse caso o amor adoece. 

Muitas vezes uma pessoa não vai para frente, não é feliz ou ganha dinheiro por estar emaranhada, por conta de uma lealdade, um amor. 

Como vou para frente deixando alguém para traz? 

Muitas vezes para ser feliz, precisamos ser desleais com nosso sistema, mas no sentido de não ser leal aos sofrimentos, as dores, não carregar um peso que não é nosso, não se deixar emaranhar. 

Honrar os pais, honrar os antepassados, significa conhecer a história deles, o que eles fizeram, o que sofreram, o que ficou faltante e completar de uma forma saudável aquilo que eles não conseguiram viver. 

Constelações sistêmicas libertam as pessoas dos vínculos de sofrimentos e fortalece pelo amor o pertencimento e aí o sucesso, prosperidade e felicidade na vida é possível. 

Terapeutas precisam curar a sua vida, curar o seu coração primeiramente para assim ajudar curar as outras pessoas. 

Todos precisamos ter um amor de espírito, que é um amor de compaixão, o amor da empatia, do diálogo assertivo, comunicação não violenta. 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Patrícia Vicente da Cruz Pona
Patrícia Vicente da Cruz Pona Seguir

Sou alguém em busca do autoconhecimento, e de ressignificar e honrar toda a minha história.

Ler conteúdo completo
Indicados para você