[ editar artigo]

AS LEIS DO AMOR

AS LEIS DO AMOR

O módulo sobre as leis do amor foi muito esclarecedor, gostoso de assistir e me fez realizar uma viagem para dentro de mim, do meu passado, de algumas questões que eu não aceitava e outras que ainda preciso curar.

Durante muito tempo eu acreditava que honrar pai e mãe significava manter a lealdade ao sistema, levar boas notas, ter um comportamento de pessoa boa, pela aprovação dos meus pais.

Apesar disso, condenava muitas atitudes deles, acreditando que deveriam agir de um modo ou de outro, muitas vezes me manifestando deste modo. Porém, Hellinger, (p.159)  considera que é “uma tremenda arrogância, quando um posterior tem pretensão perante um anterior, revoltando-se contra ele, como se tivesse direito a isso.”

Após iniciar o curso de Constelações Sistêmicas, compreendi que este honrar se refere a aceitar mãe e pai do jeito como eles são, é me colocar no meu lugar de pequena, é não julgá-los nas suas escolhas, no seu jeito de ser e hoje estou conseguindo curar o meu coração e desmanchar, pouco a pouco, os emaranhamentos causados.

Segundo Hellinger, (p.155 -156) “Nunca é demais honrar. Como liberta, honrar os pais. E como é de pouco valor quando nos aproximamos desses vínculos profundos com julgamentos morais. Quão pouca justiça é feita à realidade.”

A partir de então tenho respeitado muito as escolhas dos meus pais, não exercendo mais o julgamento e a condenação. Aceito, apoio, compreendo ao máximo. Agradeço a existência deles e a permissão, assim como o amor e as dificuldades que enfrentaram para que eu chegasse até aqui.

Tenho reverencio também os meus antepassados queridos, quem foi capturada, quem não podia trabalhar, quem cometeu suicídio, quem cometeu abortos, porque não me cabe julgar ninguém mais, abri meu coração para todos eles, senti, profundamente o que aconteceu com eles e acolhi cada um no meu coração, pedindo benção para que eu possa viver, também, a minha história.

Compreendi que busco o equilíbrio sendo um pouco desleal ao meu bando, para trabalhar e lutar como empreendedora quando, alguns dos meus antepassados não aceitavam que as mulheres trabalhassem, então, peço licença a eles, faço uma reverência, agradeço por terem permitido que eu chegasse até aqui e sigo no meu trabalho.

                Por fim, agradeço imensamente ter acesso ao curso, a cada compreensão e ao processo de autocura que se iniciou.

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você