[ editar artigo]

BRANCA DE NEVE X MULHER MARAVILHA

BRANCA DE NEVE X MULHER MARAVILHA

Meu conto de fada favorito é o da branca de neve e os sete anões, eu achava muito interessante aquele lar cheio de anões ,que eu via com crianças, com uma moça muito branca e  com cabelos pretos deixando tudo organizado e limpo, ela cuidava deles.

Lembro que sentia uma mistura de encantamento com aquela cena ,ela cantando e cuidando tudo, hoje vejo que na realidade era só uma mulher cuidando de sete anões  crianças adultas, sem figura masculina de estatura maior por perto.

Depois que aparece a bruxa com a maçã envenenada ,sentia apreensão e também achava bom, pois ela comeria a maçã mas  não morreria e o príncipe iria salvá-la .

Hoje percebo meu encanto por essa história ,além da aparência da branca de neve, que era pura e angelical  foi o fato de ter um lar feliz , organizado, funcional com os anões.

Ela vivia para eles .

Eu queria que minha mãe fosse a branca de neve.

Minha mãe trabalhava o dia todo e eu ficava assistindo televisão, não dava preocupação, minha infância foi com babá.

Talvez através da branca de neve ,eu visualizava minha casa e como seria ter uma mãe igual a branca de neve, presente ,cantarolando, feliz e realizada com seus pequeninos, eu não conseguia ver felicidade nos seus cuidados com a gente e também não a via feliz no casamento.

Como eu assistia muita televisão na infância , eu era fascinada em alguns super- heróis, principalmente as femininas e  eu gostava muito da mulher maravilha.

Assistia o seriado e os desenhos ,tinha fantasia de carnaval .

Ela personificava a mulher bonita, sozinha ,independente, que tinha superpoderes e algumas armas invisíveis: avião, laço e isso me encantava.

Ela não precisava de ninguém para salvá-la  e conseguia ser uma super-heroína e isso na minha percepção infantil era algo muito bom de ver , pois tinha a ausência do masculino , o quê de certa maneira me aliviava pois meu pai foi  ausente na minha infância.

A mulher maravilha personificava tudo que eu queira ser : bonita , poderosa, independente , sozinha,  também sem figura masculina, mas tinha a branca de neve no caminho que queria lar , felicidade e príncipe . 

Hoje percebo que minha atração por esses personagens estavam ligadas ao meu inconsciente  e com a figura materna, com sentimentos dúbios em relação a minha mãe, ora eu queria que ela fosse a branca de neve do lar, amorosa e atenciosa e em outras queria que ela fosse a mulher maravilha, poderosa e independente. 

Eu cresci de certa forma com esses dois arquétipos no meu subconsciente, desejando ser assim ou querendo me tornar essas personagens que me encantavam, hoje percebo na minha trajetória que eu fiquei me cobrando essas características que  admirava nessas personagens, pois quero ser boa mãe, presente, funcional , carinhosa e atenciosa com minha filha mas também quero ser poderosa, independente, isso as vezes me causa uma cobrança interna .

Hoje sei que a minha mãe  não poderia ser a branca de neve  e   não podia ser a mulher maravilha e eu também não tenho que ser, ela apenas foi minha mãe e fez o melhor que poderia fazer, essas personagens só têm características de algumas  mulheres e assim mesmo não correspondem a realidade .

Honro a trajetória da minha mãe na minha criação .

Gratidão e amor !

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você