[ editar artigo]

CADA TRABALHO COMPLETA MEU MOSAICO

CADA TRABALHO COMPLETA MEU  MOSAICO

A primeira atividade que desenvolvi como trabalho foi, quando criança, vender suco de limão na frente de casa. Lembro da alegria de receber dinheiro por algo que tinha feito.

Depois, na adolescência, trabalhei distribuindo panfletos em sinal de trânsito com mais duas colegas da escola. Lembro do sol e do cuidado com o tempo ao trocar a luz do semáforo.

Também fui atendente em uma escola de idiomas e conciliava o trabalho no período da tarde e noite, e estudava pela manhã.

O outro trabalho foi de estágio supervisionado em um laboratório para concluir o curso técnico em química industrial. As análises, os equipamentos eram um encanto.

Depois, fui contratada pela mesma empresa para trabalhar num laboratório de análise de petróleo e combustíveis, tive dificuldade em desenvolver o trabalho praticamente sozinha e a minha não-adaptação resultou na demissão.

Então, trabalhei em uma farmácia de manipulação, fazendo cremes, shampoos, xaropes, remédios. Gostava da parte dos cremes com fragrâncias, uma melhor que a outra. A empresa tinha várias filiais e fui para uma loja do shopping. Fiquei responsável pela parte de remédios controlados, e era uma chatice. Fui substituída por uma colega que desempenhava o trabalho com mais rapidez. No início, fiquei chateada, mas, sinceramente, acho que a demissão foi um pedido da minha alma, porque não me identificava mais, principalmente, no setor em que estava. Agradeço pela experiência, pois foi muito legal o aprendizado.

A outra profissão foi atender ao público vendendo alimentação. Era um quiosque que alugamos, em família. Gostava da troca, do ambiente, era em frente à praia, uma delícia. Durou aproximadamente um ano esse trabalho.

O trabalho seguinte foi novamente em farmácia de manipulação na produção de remédios. Já faz 14 anos e tenho amizades ainda daquele tempo, com as quais falo esporadicamente. Pedi demissão para estudar para concurso público.

Demorando para ser chamada, me candidatei a uma vaga como vendedora numa farmácia porque precisava do dinheiro. Não me identificava com a forma da proprietária administrar e, num momento de insubordinação da minha parte, fui demitida novamente.

Na verdade, foi o melhor momento para ter passado por isso, porque, com o auxílio do seguro desemprego, pude estudar para um concurso no âmbito federal. Lembro bem desse tempo em que deixava meu filho na escola e voltava para casa para estudar, estudar e estudar, além de assistir aulas gratuitas online.

Sou agradecida por esse emprego com sinceridade da alma.

Trabalho atualmente como funcionária pública, na área do ensino, em laboratório de um curso de meio ambiente.

Gosto demais da troca com os alunos, do lugar estruturado para desenvolver pesquisa, do horário flexível para trabalhar.

Sou muito feliz com essa profissão e olho para as anteriores com muito respeito e carinho, porque cada uma completa de forma singular e importante o meu mosaico profissional.

O trabalho em desenvolvimento é o da terapia.

Fiz cursos de terapia holística, escuta terapêutica, numerologia, uma formação em constelação sistêmica e estou nessa outra formação em constelação sistêmica.

Sinto que, quanto mais estudamos e nos desenvolvemos, podemos conhecer  e praticar uma melhor relação, primeiro conosco mesmos e, em seguida, com o outro. É linda essa troca e esse crescimento.

Quanto mais aprendo, percebo que existe uma vastidão a ser conhecido. É um movimento de iluminação e aprimoramento.

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Mariana A. C. Pinheiro
Mariana A. C. Pinheiro Seguir

Sou entusiasmada pela vida, amo existir! Filha de João Henrique e Maria Cristina. Vivendo a experiência de ser mãe de dois amados, frutos do relacionamento com Gilmar, amor e parceiro da vida. Trabalho na educação e com terapia holística.

Ler conteúdo completo
Indicados para você