[ editar artigo]

CARTA AOS ANTEPASSADOS

CARTA AOS ANTEPASSADOS

Queridos antepassados, eu vejo vocês! 

Hoje eu estou vivendo um momento muito especial, de muitas mudanças na minha vida, em meio a uma tempestade que gera transformação, movimentos intensos que abrem novas perspectivas de vida.

Digo a vocês meus antepassados que sou grata por tudo que tenho, que vivi, e que também é resultado da história de cada um de vocês, das conquistas que tiveram, de tudo que viveram, sofreram enquanto estavam aqui e que deixaram para mim e para o demais descendentes.

Queridos avós paternos, me deram um grande presente, o meu Pai amado, que eu amo demais, e que hoje já não está neste plano. Mas ele vive, está com vocês na eternidade, descansa, foi um guerreiro, vocês me deram a oportunidade de ter tido um pai lindo como pessoa, que fez o seu melhor, gratidão meus avós, eu vejo vocês, sinto muito, sou grata , eu amo vocês.

Querido papai, meu amado pai, quanta saudade sinto de ti, me faz muita falta. Sabia que procuro não ficar pensando? Tua falta é insuportável, sinto falta do senhor  me chamar de Rosa, de filhinha querida. Meu querido pai amo você, eu vejo você, todo o seu sofrimento por toda a vida, em um casamento conturbado, disfuncional com minha mãe.

Eu vejo sua dedicação no trabalho, que orgulho do meu pai agrimensor, profissional sério, integro, ético, Hoje tenho o senhor com meu exemplo de seriedade no trabalho, pois o senhor sempre fez o melhor que pode, sempre honesto, meu orgulho. Grata meu pai por ter sido valente, porque esteve conosco sempre, do seu jeito , eu entendo o seu jeito, como conduziu as coisas, eu vejo você, te perdoo e peço perdão meu pai pelas palavras mal proferidas que te lancei, perdão, perdão, perdão.

Eu sempre quis teu bem, quis te ajudar, fazer o meu melhor para o seu melhor, fiz tudo que pude, diante das minhas próprias limitações e também dos meus desafios dos últimos tempos, que o senhor sabe tudo que eu vinha passando e ainda passo.

São 9 meses sem o senhor, meu Deus, 9 meses, e a saudade só aumenta. Nunca esquecerei do senhor, e saiba que continuarei aqui procurando fazer o meu melhor, seguindo o exemplo de Jesus Cristo, pois quero merecer te ver quando partir deste mundo, meu sonho é encontrar com o senhor, te abraçar, ter a honra de falar para o senhor, Pai eu te amo muito, gratidão por ser meu pai, seu Mariant Ferrari do Prado, meu pai amado, que me deu a vida, me cuidou, me amou, me protegeu, me deu exemplo de perdão ao pedir perdão para a mãe e dizer que a perdoava.

O senhor me ensinou na morte, gratidão meu pai por tudo, eu amo o senhor. Queridos  avós maternos, eu vejo vocês, eu respeito vocês por tudo que passaram, eu sinto muito, gratidão por tudo que conquistaram e herdei de vocês, amo vocês, principalmente porque por intermédio de vocês tenho hoje minha mãe, Terezinha Abreu do Prado.

Querida mamãe, minha companheira fiel,  me destes a vida, cuidou de mim, gratidão. Eu vejo todo o seu sofrimento, toda sua dor, decepção, raiva, mágoa, eu sei que não foi fácil e respeito tudo que passou no casamento, eu sinto muito, eu sinto muito, eu sinto muito e vejo a senhora.

Me perdoe pelas vezes que fui ingrata, que não entendi seus comportamentos, mas hoje eu vejo a senhora com olhos mais esclarecidos, e por tudo que passou e por tudo que nos honrou, eu digo, gratidão, eu amo a senhora, amo muito, minha mãe, meu amparo.

Sei da tua dor pela perda do pai, mas estou contigo, nunca vou deixar de te amparar, de te cuidar, pois cuidaste de mim, agora é a hora do amor de graça, do amor de reconhecimento pela mãe maravilhosa que foi para mim e avó maravilhosa para meus três filhos. 

Muito do que sou e conquistei foi graças a senhora, as suas conquistas, as suas lutas, eu vejo tudo isto, e digo: Gratidão! Porém tua história de grandes desafios com meu pai foi tua história com ele, eu respeito a história de vocês, mas sigo a minha vida, sigo a minha própria história, que já é diferente da sua, pois não serei fiel as escolhas de vocês, serei fiel às minhas escolhas,  pois tenho minhas próprias escolhas.

Seus emaranhamentos são de vocês, e não me pertencem, eu respeito, eu vejo, agradeço por ter em meio a tudo me amparado, sou grata, e sigo meu caminho.

Em meu caminho há amor, lealdade, fidelidade, cuidado,  companheirismo, fé, amor a Deus, cumplicidade, carinho, afeto, vida conjugal saudável em todos os sentidos. Este é meu novo caminho, que sigo levando as lições e aprendizados que obtive com vocês meus antepassados. Agora eu me libero e libero vocês, para descansarmos. 

Não precisamos mais ficar emaranhados, tudo passou, entregamos a Deus, ao Espírito Santo nossas histórias, para que ele nos dê sabedoria para seguirmos, com sua proteção e amor divino e puro.

Me despeço de coração leve, aberto para o amor, para o novo, sobre a proteção de Deus. GRATIDÃO POR ESTA CARTA! GRATIDÃO PELA OPORTUNIDADE QUE A VIDA ME DÁ!

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você