[ editar artigo]

CARTA AOS ANTEPASSADOS.

CARTA AOS ANTEPASSADOS.

Pouco sei de minha família, principalmente a paterna.

Quando pergunto sobre suas histórias, querem sempre saber o motivo e falam pouco. E sinto falta de saber. Sei que do lado paterno, vieram da Itália.

Tanto que conseguimos cidadania italiana através da família do meu avô paterno, Antonio Pivatto.

Lembro vagamente de ter conhecido sua mãe, mas não recordo o nome.

Preciso e devo me informar melhor.

Mesmo sendo assim, honro a historia deles e procuro sempre receber a energia positiva.

Meu avô paterno, Antonio Pivatto, é pedreiro e muito batalhador.

Hoje tem uma linda horta, onde cultiva para toda a família, como muito amor. Homem sorridente e que já passou por muita coisa nessa vida.

Sempre nos recebe sorrindo e brincando.

Hoje com 89 anos, se mantem forte e ativo.

Seus pais se chamavam Maria Clivati Pivatto e Secundo Pivatto.

Não conheci eles.

Minha avó paterna, Maria Mariane Alquati Pivatto, também de origem italiana, fala pouco de sua família.

Quando fala, lembra muito dos pais com amor.

Tem uma irmã, a qual não demonstra muito afeto.

Na verdade, ela é uma senhora que guarda muitas mágoas.

Mas com os netos, procura ser carinhosa.

Seus pais, meus bisavós faleceram com mais de 90 anos, dona Graciema Pierim Alquati e seu João Alquati.

Conheci os dois, mas quase não convivia e não tenho muita recordação. Chamavamos de nona e nono.

Minha família paterna guarda muitos segredos. Sempre dizem para não se meter na vida do outro. Então, pouco falam das suas vidas.

Como falar da família materna, sem falar de amor. Aprendi muito sobre o amor com eles. Minha avó materna, Silvia Martins Veigant da Silva, era meu amorzinho.

Por muito tempo foi minha mãe.

Tinha a casa acolhedora, sempre com comidinha gostosa e um abraço quentinho. Batalhadora, ficou viuva cedo.

Criou os três filhos sozinha, e mais tarde cuidou de sua mãe, Adelina.

Minha bisa era uma graça. Sempre com seu chimarrão e um bom causo para contar. Dela ainda lembro algumas histórias da família, que sempre batalhou. Também viúva.

Meu avô materno, Generoso Pinto da Silva, foi assassinado e não sei de sua vida. Também não pude conhecer. Ele faleceu quando minha mãe tinha 3 anos.

Meu bisavô materno, faleceu ao cair de um cavalo e desnucar. Também não pude conhecer em vida. Mas gostava muito dos causos que minha bisavó contava.

Venho de uma família de mulheres fortes e batalhadoras.

Minha avó Silvia com seu exemplo de força e determinação, criando seus filhos em meio a pobreza, mas nunca deixou de lutar e trabalhar.

Minha mãe, maravilhosa, divorciada, segue os passos de minha avó. Sempre fez de tudo e mais um pouco por mim e meu irmão.

Sinto muito orgulho dela.

Hoje, tem várias faculdades, mestrado e nunca para de estudar.

Agora ela é avó da minha filha Lis Pivatto Vidotti.

Meu pai um homem forte, que trabalha muito, e também nunca deixou nos faltar nada.

Homem de coração grande, que esta sempre ajudando os outros quando pedem. Um super avô da minha pequena Lis.

Com ele sempre senti um pouco mais.  Cobra muito em relação ao dinheiro, mas também nos ensina a batalhar. Sou muito grata por ter essa família, com tanta história, com tantos momentos, e que em meio a tantas dificuldades, nunca param a vida.

Estão sempre erguendo a cabeça e tentando ser fortes.Poucas lembranças que tenho dos meus avós, procuro guardar no coração. Todos trazem grande bagagem, e muitos ensinamentos.

Mesmo que não digam, estou sempre observando para fazer diferente, e quando for algo bom, tentar ser tão boa quanto.

Agradeço muito a vida que recebi deles, e que hoje eu posso passar para a frente. Sem eles, eu não teria a minha vida e muito menos da minha doce e amada Lis.

Por isso, gratidão queridos ancestrais!

Eu respeito que vocês vieram antes e deixaram tantos ensinamentos.

Eu honro a vida dos que já se foram, vivendo bem e buscando encontrar o meu lugar no mundo.

Espero deixar história, assim como vocês deixaram. Se eu soubesse da importância em conhecer a vida dos senhores, teria perguntado e conversado muito mais.

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você