[ editar artigo]

CARTA AOS ANTEPASSADOS

CARTA AOS ANTEPASSADOS

Embora eu seja muito parecida com meu pai, tenho uma ligação muito forte com minha mãe.

Sou a caçula de três irmãos.

Em minha infância tive mais contato com a família por parte de pai do que a família por parte de mãe.

Hoje eu sinto que não saber tanto da vida dos meus avós por parte de mãe faz falta para mim, e que de alguma maneira tento preencher a lacuna que ficou em aberto.

Minha avó materna faleceu quando a minha mãe estava grávida de 3 meses da minha irmã mais velha.

Não chegamos a conhecê-la, mas pelo pouco que sei o amor entre minha mãe e avó foi extremamente intenso.

Ela morreu de câncer nos ovários aos 45 anos de idade e eu herdei o gene patológico dela, somente eu dos três irmãos recebi o tal gene.

Minha família descobriu isso depois de eu passar por um câncer e fazer exames genéticos para descobrir a causa de ter tido tão jovem. Nunca parei para pensar, até esse exato momento, que isso pode ter acontecido para tentar resgatar a história de minha avó, esquecida por nós, mas não pela minha mãe.

Mãe linda, as vezes comenta comigo que em alguns momentos tenho algumas características dela.

Preocupação exacerbada por qualquer um que seja da minha família e esquecer de mim como minha avó fazia.

Cuidar mais do outro e olhar mais para o outro do que a mim mesma.

Tanto que, por talvez querer preencher o vazio que minha mãe carrega por ter perdido a mãe tão cedo, eu nunca casei e quase não tive relacionamentos.

Me anulei para a vida afetiva.

Meu relacionamento é com meus pais.

Minha avó paterna perdeu uma filha pouco antes do meu pai nascer, e por esse motivo, meu pai foi privado do amor de minha avó, pois ela o renegou.

Hoje consigo perceber a insegurança e a falta de demonstração de carinho por não ter tido referência quando pequeno.

Por anos eu o enfrentei, sem entender que ele não podia dar o que eu queria, não porque não quisesse, mas justamente porque não sabia como dar.

O amor dele por mim e meus irmãos e mãe é nos alimentar bem, prover com boa comida, não deixar faltar o que gostamos.

Gostaria muito que meus pais pudessem resgatar o amor que de alguma forma foi interrompido para eles, para que eu possa me libertar e ir em busca de um amor para mim.

Por muitos anos eu venho tentando suprir esse amor, mas agora eu preciso de uma segunda chance e primeiro resgatar o meu amor próprio e em seguida dar um passo em um relacionamento a dois.

Aos meus antepassados, sou grata pelo que doaram da maneira que podiam e sabiam, mas peço que continuem olhando por eles e os amando, para que eu possa seguir como meus irmãos o fizeram e construíram suas próprias famílias.

Que as lacunas da afetividade sejam restauradas e completadas.

 

 

 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você