[ editar artigo]

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

Queridos antepassados próximos,

Os que conheci e os que não conheci.

Gostaria de pedir perdão a todos por alguma coisa que tenha feito voluntária ou involuntariamente, pelo que deixei de fazer, muitas vezes por falta de experiência, oportunidade ou qualquer outro impedimento.

Peço perdão especialmente a minha avó paterna, pela falta de acolhida, de empatia, de entendimento, de ajuda enquanto ela esteve acamada com o fêmur fraturado. Apesar de não morar no mesmo estado na época, acho que poderia ter ajudado de alguma forma. Por isso também peço perdão a minha mãe pela ajuda que não lhe dei nessa situação tão difícil.

Peço perdão a minha avó materna porque não pude ir ao seu sepultamento, fui impedida por muitas razões que não vem ao caso no momento, e mais uma vez a minha mãe, porque num momento tão difícil de sua vida eu não pude ir ajudá-la. Mais uma vez morava em outro estado e não pude comparecer.

Peço perdão ao meu pai, porque um pouco antes de seu falecimento, tivemos uma discussão muito forte e não houve tempo de resolver a situação, nem de um abraço de despedida.

Peço perdão ao meu avô materno porque quando ele esteve doente eu estava muito ocupada em ajudar no sustento de minha família. Ao meu avô paterno, por não o ter procurado quando pude. Eu só o conheci com doze anos, porque meu pai foi impedido por minha avó de vê-lo, uma vez que ele se separou de minha avó quando ele tinha apenas nove anos.

Peço perdão a minha mãe, por não ter me intrometido mais em sua vida, enquanto ela morou perto de meus irmãos e longe de mim. Eu deveria ter interferido mais em sua saúde para poder ajudar, inclusive com a doença que a fez falecer. Peço perdão porque nunca demonstrei como deveria e sentia, todo o meu amor por ela.

O que percebo de afinidade entre nós? Com minha avó paterna, não me lembro de muita coisa, porém sei que gostamos de desvendar coisas ocultas.

Da minha avó materna, que esteve presente durante toda a minha criação, percebo a alegria, a vontade de viver, o vigor para o trabalho, a vontade de nunca descansar, de entregar tudo muito bem-feito, a vontade de cuidar dos outros em detrimento de si mesma.

Minha avó paterna apesar da alegria, nos últimos tempos, aliás nem tão últimos assim, andou meio depressiva. Não queria mais sair de casa, só via televisão (adorava novelas), se sentia bem em casa seu “habitat” sagrado.

Peço perdão também por acusá-la inúmeras vezes de que ela gostava mais do meu irmão mais velho do que de mim. Acho que agora ando meio parecida com ela porque, também ando meio para baixo, só querendo estudar e ficar em casa.

O que de semelhante tenho com minha mãe? Bondade, vontade de ajudar a todos, deixar meu próprio bem-estar em detrimento de outros. Sempre fico em último lugar.

Com meu pai? Herdei o gosto pela leitura, pela música, por instrumentos musicais (apesar de não tocar nenhum instrumento), pela oratória, pelas práticas corporais como ginástica, jogos etc.

Peço perdão ao meu irmão mais velho, porque nunca me entendi direito com ele. Se trata de uma pessoa difícil, quer sempre ter razão, muitas vezes sem ter, sempre competiu comigo em tudo e detestava quando meu pai e outros membros da família e amigos diziam que o sexo das crianças daquela casa foi trocado.

Peço perdão a minha filha, pelo que deixei de fazer quando ela precisou de mim e não pude lhe prestar socorro.

Tenho muita saudade dos tempos de criança, onde as festas de aniversário, Natal e Ano Novo eram the best. Tudo era alegria em casa em dias de festa. Minha família era muito festiva. Muitas saudades de tudo.

Só para informar, meu irmão mais velho ainda está nesse mundo e minha filha também, graças a Deus. Só os citei para completar meu pedido de perdão.

Bem, acho que é só isso.

Não sei onde minhas dores, coluna, articulação de joelhos, meningioma cerebral, fibromialgia, nódulos na tireoide etc. podem estar nesse emaranhamento de sintomas em que estou e o que isso tem a ver com eles. É o que pretendo descobrir, através dos meus estudos.

 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você