[ editar artigo]

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

Gravataí 9/5/22

Carta aos meus Antepassados,

Hoje retomei novamente o curso de Constelação. Andei um tempo atrás desanimada, angustiada, sem foco e, ultimamente, procrastinando muito. Durante a pandemia comprei muitos cursos, alguns comecei e parei, outros terminei e alguns ainda não abri.

Hoje me veio a mente para reiniciar este curso que tanto queria, e ainda quero.

Esta carta é dirigida aos meus avós paternos Juvenal Antonio de Abreu e Iracema Machado de Oliveira, com os quais convivi por muitos anos de minha vida e também aos meus avós maternos, Maria José Ferreira e Olímpio Ferreira, que já foram um pouco mais distantes, pois eu os via durante as férias da escola e com os quais me parecia não ter tanta intimidade.

Fui criada com uma irmã, minha mãe sempre muito responsável e cobrando o tempo todo nossa criação, respeito, responsabilidade e dedicação.

Sempre procurei fazer de tudo para os meus avós, ajudando-os sempre. Nutri a vida toda de um afeto sem fronteiras. Na minha família paterna temos muito emaranhados, família com grande sintonia para o alcoolismo.

Na minha família materna muitos emaranhados também, com acidentes, assassinatos e alcoolismo também. Não conheço a história de todos os antepassados, fui em busca de respostas, mas muitas ficaram no vácuo, não sei como consegui-las.

Mas, hoje venho de todo o coração falar que sei que todos passaram por situações conflitantes, de tristeza, terror e, ao mesmo tempo, de amor e sobrevivência, para que hoje eu pudesse estar aqui escrevendo e aprendendo.

Amo muito a vocês, meus antepassados, mesmo sem conhecê-los e a sua história. Graças a vocês eu posso escrever mais um capitulo na nossa família e no mundo.

Sei que as vezes quando nos contam as histórias de nossos antepassados, nós os recriminamos, os julgamos, achando que estavam ou agiram de forma equivocada. Com os estudos, aos poucos,  fui me dando conta que fizeram o melhor com o que tinham naquela época e situação.

Então, por isso hoje, venho me curvar e agradecer por cada um de vocês, por cada pedaço da história que passou até chegar a minha geração. Gratidão aos avós, bisavós, tataravós, tios, tias, primos, primas, amigos, conhecidos e a todos aqueles que cruzaram a minha história de vida. Muito obrigada de todo o coração. Graças a história de vocês e a confiança na vida, que hoje eu e a minha família estamos aqui.

Vou fazer e dar o meu melhor para continuar a história em honra a todos vocês. Muita GRATIDÃO, meus antepassados, de coração, muito amor por vocês todos.

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você