[ editar artigo]

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

Queridos antepassados.

Todos, por parte de pai e de mãe.

Minha mamãe, saudades eternas.  Eternas.

Meu maior vazio foi sua falta.  Mesmo sabendo que não acabou. Sinto muito a sua falta mãe.  Gostaria de falar, contar, ouvir, explicar tudo de bom que está acontecendo.

Tudo de bom que está acontecendo com sua neta querida e amada pela senhora e pelo pai também.A neta que falou pela primeira vez que te ama e também que ama o vô Guedes. Mas a vida é assim.

Não podemos ficar dentro deste corpo quando já aprendemos a lição da vida. Mas que faz falta, faz sim e muita. Nascemos, crescemos e mudamos de plano.

Mas tudo continua, não é mesmo mãe?

Inclusive estou fazendo, exatamente, o que a senhora fazia quando respondia:

-Reza minha filha. Reza Rita de Cássia.

Hoje falo para as pessoas igual ou parecido, quando alguém vem me pedir orientação. Digo:

-Respira e solta e se conecte com a sua parte divina, que está aí dentro de você.

E a resposta vem.  E eu na minha ignorância ficava brava, dizendo que eu perguntei  à senhora para me ajudar e não para me falar para rezar.

Veja bem.   Que bobagem eu dizia. Me arrependo profundamente.

Mas, sei  também, que pelo o que a senhora é, já me entendeu perfeitamente e já me perdoou.

Hoje, lembro-me, com muita saudade tudo de bom que a senhora nos ensinou e isso valeu!  Seu bisneto, José Antônio, nasceu no mesmo mês do pai. Só não foi no mesmo dia 09 de março, porque a Carol esperou ser normal.

Mas não deu teve que fazer parto cesário.   Aí foi 19/03, ele nasceu com algumas características da senhora.

Comilão  e bastante. É alegre, risonho.Observa tudo. Exatamente como a senhora.

Eu e a Luciana nos olhamos , todas as vezes que ele faz alguma coisa que lembra a senhora.  E comentamos:

-Como pode,  igual a nossa mãe.

Sabe mãe, ele já sabe que eu sou a vódrinha dele.

Vó e madrinha.

Aí inventamos está palavra e ficou .  Eu só sou chamada assim e gosto muito.

A Juliana está feliz na profissão que escolheu.

No mesmo transporte que o vô Abílio veio fugido da guerra no Líbano, de navio. Tenho certeza que ela irá lá visitar a nossa terra natal e eu também. 

Líbano, Síria, o mesmo sonho dele,  que não teve mais como voltar e o mesmo sonho da senhora de ir lá , lembra?

Iremos sim e com muita gratidão e cumprindo o sonho do biso, do vô, da senhora.

Iremos juntas unidas com os corações.

Tenho certeza disso.

Ela é excelente e admirável filha.

Muito cuidadosa comigo e com o pai dela.

Ela cuida da madrinha Luciana também.

Diz que a ama.

Fique feliz, por isso.

Luciana não está desamparada. 

Escrevendo está carta, além de chorar, sinto tanto a senhora presente.

A senhora nem imagina.

Por falar nisso, hoje acordei chorona e emotiva.

Depois, descobri que tinha que escrever esta carta. Deve ser por isso. Sei lá.

Escrevendo agora, lembrei da vó Ana, vó Julia e de todas as mulheres que de um jeito tão aconchegante, tão meigo da senhora nos ensinou este lado de ser mulher.

Sempre conversando docilmente.

Sinto a senhora, a vó Ana e a vó Julia juntas aqui olhando para mim.

Só olhando, serenamente.   E eu chorando de emoção. Muito obrigada queridas mulheres da minha vida.

Peço as bênçãos e proteções para nós seus familiares.

Quero ficar dócil igual a senhora.

A vó Julia e vó Ana.

Muito obrigada!

A senhora escrevia as cartas e desenhava coração em cada nome. E agora escrevo para a senhora.

Rita( tirra) como me chamava ❤️ e sua mãe Maria Júlia ❤️

Te amo mãe.

Te amo.

 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você