[ editar artigo]

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

Querida vovó materna, eu realmente não conheço todos os detalhes dos desafios que você enfrentou, mas sei que alguns foram muito penosos.

Consigo enxergar como foi difícil enfrentar uma viuvez precoce lá no nordeste com tantos filhos pequenos para alimentar e ter que distribuí-los para não passarem fome. Sim, a morte do vovô foi precoce e minha mãe, com apenas 9 meses na época, não se lembra do seu papai. A orfandade veio habitar no nosso meio. Eu consigo perceber agora que isso reverbera em mim através de uma carência sem fim.

Queridos vovô e vovó paternos, sei do sofrimento de vocês lá no interior de São Paulo e o quanto trabalharam nas lavouras. Depois, o quanto trabalharam aqui na capital com o propósito de melhorar a situação. Sei que houve muitos desafios, trabalho duro, pagamentos à prestação e até racionamento de comida. Ah, quanta trabalheira, quanta dureza. Não sei se é por esse motivo que eu tenho um cuidado excessivo com tudo que é meu ou dos outros.

Tenho medo de perder.

Mas, hoje eu estou aqui tão somente para reconhecer todo o esforço, toda a luta, trabalho e dureza pelos quais vocês passaram e dizer muito obrigada.

Meus queridos, tudo valeu a pena. Sem vocês, eu não estaria aqui. Sem vocês, eu não seria quem sou.

Então, do fundo do meu coração, agradeço por tudo!

 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você