[ editar artigo]

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

CARTA AOS MEUS ANTEPASSADOS

Meus Queridos,

Por alguma razão eu fui escolhida na família para começar arrumar o movimento sistêmico.

Hoje eu entendo o porque eu fui a “ovelha negra”. Eu estava apenas me preparando para uma linda jornada de Cura.

Aos meus Antepassados Materno, entendo suas dores, seus sofrimentos. Não sei muito de vocês mas estou na busca da verdadeira origem e ir até elas de forma de gratidão.

Ao meu Avô Geraldo que já falecido sinto muito não demostrar mais Amor enquanto estava perto, imagino sua luta e hoje mais consciente em entender o seu distanciamento e também compreender sua frieza com todos.

A minha Avó Maria que está viva entre nós, não tenho outra coisa para dizer a não ser que admiro muito sua generosidade. Uma mulher forte, guerreira de bem com a Vida. Tão generosa e com uma simplicidade ao mesmo tempo. Eu me orgulho tanto da Senhora minha avó Maria, uma mulher que superou tantas coisas difíceis e que nunca perdeu a esperança.

Aos meus Antepassados Paterno, Minha avó Aparecida que não tive a oportunidade de conhece-la pessoalmente mas deixou seu registro de uma mulher forte com o coração enorme. Vendo sua fotos posso imaginar quantas dificuldades precisou passar. Mesmo não tendo contato direto eu sinto um Amor tão grande pela senhora. Sempre senti muito sua presença até porque a própria família me colocou no seu lugar (hoje eu entendi que eu estava no lugar que não era meu) por sermos parecidas e eu herdar a cor do seu cabelo ruivo desde que nasci me colocaram no lugar que não era meu. Mas vou ser sincera que eu amava ser comparada com a senhora por saber de tantas histórias boas sobre essa mulher fantástica que foi minha avó.

Hoje com todo meu conhecimento, me coloco em meu lugar perante nosso sistema e sigo sendo sua Neta e filha do Sr. José de Fátima Lima e não mais a Aparecida encarnada como todos falavam.

Ao meu avô Lázaro, aquele avô que foi meu parceiro, meu amigo de tomar café com leite e farinha de milho juntos na calçada rsrsrs. Aí seu Lazinho como eu chamava como faz falta o seu colo acolhedor são tantas lembranças boas que guardo dentro do meu coração.

Que linda essa oportunidade que estou tendo de estar dizendo tudo isso com meu coração aberto. Peço meu sincero perdão por todas as vezes que desapontei o Sr. Eu sei que fiz coisas que não te agradaram, mas eu era uma menina cheia de dor e traumas que estava tão perdida em meus sentimentos...

Tenho uma gratidão imensa por tudo que vivi ao seu lado. O senhor me ensinou muito a ter resiliência e o verdadeiro sentido de AMAR.

Uma lembrança que não esqueço é o pano de prato enrolado em sua cabeça rsrs fazendo suas artes no quintal de casa. Quantas emoções meu avô.

A todos vocês meus Antepassados Triavós, Bisavós eu incluo que estava excluído em meu sistema e honro cada história e peço suas benções para que eu possa continuar seguindo minha missão o meu verdadeiro propósito de Levar AMOR (que eu nem sabia que eu tinha) para o mundo.

Gratidão a todos que fazem parte do meu sistema.

Me perdoe,

Sinto muito,

Eu Amo vocês!

Sua Trineta, Bisneta, Neta...

Mariana da Silva Lima

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Mariana da Silva Lima
Mariana da Silva Lima Seguir

Sou uma pessoa que não se cansa de ir atrás da evolução. Tive grandes progressos depois que fui apresentada para o mundo do autoconhecimento. O Eneagrama foi uma ferramenta fantástica para que praticasse o verdadeiro perdão.

Ler conteúdo completo
Indicados para você