[ editar artigo]

CURSO CONSTELAÇÃO INDIVIDUAL: SÍNDROME DO ANIVERSÁRIO. EPIGENÉTICA

CURSO CONSTELAÇÃO INDIVIDUAL: SÍNDROME DO ANIVERSÁRIO. EPIGENÉTICA

 

Nossas primeiras memórias são memórias ancestrais.

Já viemos na barriga da nossa mãe com informações de diversas gerações. Depois, ao longo da vida, vamos construindo memórias através das experiências que vivemos.

Quando fala, no módulo bônus II sobre o trabalho com as constelações, a mestra diz sobre a nossa pequena liberdade diante da vida. Segundo ela, a nossa liberdade estaria em dizer SIM, em concordar. Seria, a meu ver, o poder se assentir com a realidade tal como ela é.

De fato, muito do que nos acontece se dá de forma inconsciente. Existe uma área chamada psicogenealogia, que estuda justamente a repetição de eventos na vida das pessoas de um mesmo sistema familiar. E muitas das datas desses acontecimentos coincidem, o que demonstra de que forma o inconsciente familiar, marca a ligação das pessoas e seu lugar na família.

Com base nisso, podemos perceber que, quando temos possibilidade de adentrar num lugar desconhecido ou de fazer algo muito diferente, isso pode ameaçar o nosso pertencimento. O sistema funcionou tão bem até você querer arriscar mudar algo. Isso, muitas vezes, acaba nos gerando um sentimento de culpa. Mas já dizia Bert Hellinger, o crescimento interno acontece na culpa.

Quando, no mesmo módulo, analisa, num atendimento, acontecimentos importantes na vida da cliente, a mestra fala sobre a síndrome do aniversário. A síndrome do aniversário diz respeito a repetições que ocorrem em datas de nascimento, casamento ou algum evento familiar relevante.

Assim, quando uma pessoa nasce no dia do casamento dos pais, alguém sofre um acidente na mesma data de aniversário de uma pessoa da família, por exemplo, isso mostra uma maneira de o inconsciente familiar ligar essas pessoas e o seu lugar na família, ressaltando a lealdade familiar.

A mestra comenta ser essa uma esfera de atuação que pode se tornar uma especialização do terapeuta. Que há muito a ser trabalhado nesse campo, sendo de suma importância.

Tendo em vista aspectos impactantes na vida das pessoas por conta das lealdades ocultas, realmente se mostra um campo fértil e de suma importância para a cura de diversos conflitos, bloqueios, dificuldades e romper com a herança psicológica e das repetições negativas que podem nos bloquear e nos limitar e que se perpetuam de forma inconsciente.

É um caminho para nos liberar do sofrimento e liberar as próximas gerações. Aliás, esse o caminho da constelação: completar algo em nosso coração, liberar do sofrimento não só a nós mesmos, mas também todo uma geração que virá depois.

Percebemos, dessa forma, o quanto o nosso livre arbítrio é mesmo limitado. Quanto mais conhecemos a nós mesmos e a nossa história, maiores as nossas possibilidades de escolha, não só para nós, mas para os nossos descendentes. Como lindamente afirmou Olinda numa das aulas, o futuro está sendo construído neste momento.

 

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você