[ editar artigo]

MÓDULO 6 A FILHA DO PAI

MÓDULO 6 A FILHA DO PAI

Quando criança gostava muito de ser a princesa, aquelas que imaginavam o príncipe encantado chegando no seu cavalo branco, tão lindo.

Tão romântico.

 Ainda bem que cai do cavalo.

O romantismo faz parte de mim, gosto do belo, das artes, da diplomacia, das palavras bonitas.

Deve ser meu sol em Libra.

Contudo, com o tempo entendi que aquele príncipe encantado não existe, e que para amar é preciso aceitação e equilíbrio.

Agora eu sei.

Quando penso em mim e nas mulheres do meu sistema vejo a princesa Merida valente que lutou para não ter um casamento arranjado e tinha seu lado masculino muito aflorado e o espírito livre.

A Diana princesa e o sapo que colocou o trabalho e a dedicação ao pai e ao trabalho antes do amor; a bela a bela e a fera que buscou o conhecimento antes do amor.

Todas elas tinham outra prioridade na vida, que não o amor conjugal.

Todas elas em ressonância e leais ao pai.

Todas com o masculino preponderante ao feminino.

Agir antes do sentir.

Assim é o meu sistema: mulheres que exercem o papel masculino nas relações, que reprime o feminino e não abre espaço para o sentir, para o masculino chegar.

Queridas mulheres, eu vejo vocês.

Sinto muito que tiveram que passar por tanto sofrimento, humilhação, opressão, abuso. Eu agradeço por tanto, pois o sim de vocês trouxeram a vida até a mim e vou fazer uma coisa boa com isto.

Deixo com vocês o que é de vocês.

Agora eu sei.

Agora já passou.

E eu posso seguir o meu destino e construir a minha história.

Gratidão!

Constelações Sistêmicas

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Ler conteúdo completo
Indicados para você