[ editar artigo]

Onde estão suas moedas?

Onde estão suas moedas?

"Na noite passada, vocês vieram até mim em sonho e depositaram em minhas mãos algumas moedas.

Não me lembro se eram muitas ou poucas. Também não sei de que metal eram feitas, se eram de metal precioso ou não.

Não importa, porque me sinto pleno e feliz.

E venho lhes dizer: Obrigado, elas são suficientes. São as moedas de que necessito e as que mereço. Assim, eu as tomo com gosto, pois vêm de vocês. Com elas serei capaz de seguir meu próprio caminho."

Ao ouvir isso, os pais, que como todos os pais se engrandecem por meio do reconhecimento dos filhos, sentiram-se ainda maiores e generosos. Interiormente sentiram que podiam seguir dando a seu filho, porque a capacidade de receber amplia a grandeza e o desejo de dar.

Então, disseram:

"Você é um bom filho. Pode ficar com todas as moedas, pois pertencem a você. Pode gastá-las como quiser, e não precisa devolvê-las. São seu legado, único e pessoal, são para você".

Então o filho também se sentiu grande e pleno. Descobriu- se completo e rico e pôde em paz deixar a casa dos pais.

Na medida em que se afastava, andava com firmeza, com os pés firmes sobre o solo.

(Joan Garriga - Onde estão as moedas?)

 

Débora Carvalho

Saber Sistêmico - Comunidade da Constelação Familiar Sistêmica
Débora Carvalho
Débora Carvalho Seguir

Abrace a sua vulnerabilidade e faça dela a sua maior força. É bonito demais sentir.

Ler conteúdo completo
Indicados para você