[ editar artigo]

Por um mundo melhor

Por um mundo melhor

Hoje tinha aula de pedagogia sistêmica!!!

Acordando!!!  Chegando atrasada na sala de aula!!!  Deve ter sido a segunda vez!

Não devia ser produtivo, por isso não me despertei (talvez já estivesse participando do tema)!

Quando entrei na aula, percebi que era interessante que estavam se preocupando com os adolescentes (jovens). Percebi também que era o meu momento, momento de cuidar da escola, dos professores, dos alunos, dos pais, avós, dos simpatizantes de um mundo melhor!!!

Que bom! Apesar de atrasada, cheguei, acordei a tempo de perceber que podemos fazer diferente, eu quanto aluna e mãe.

Lembrei e percebi que a mudança cada vez mais deve começar em mim, e é nessa mudança de atitude para comigo que as coisas acontecem como uma pedra que cai no lago crie ondas.

Hoje estou no momento de não ser mais cobrada por notas e nem por currículo. Me encontro na satisfação e alegria e acho que deve ser assim a escola. Mostrar através do nosso dia-a-dia que é grandioso aprender, meus olhos podem brilhar e brilham, minha alma pode se aquecer neste momento de consciência.

Vejo nesta jornada, muitos caminhos diferentes dos meus, mas também reconheço cada conquista, agradeço aos professores, aos meus pais que dentro daquela sabedoria, abundância, que tinham e que aprenderam ao longo dos séculos me mostraram suas pegadas.

“A vida não é fácil pra ninguém”. O.G.

Me colocar na posição daqueles que ainda sofrem tanto e que não consigo abraçar. Mas o que eu percebo é que mesmo que leve muito, muito, muito tempo, não posso desistir e nem desacreditar! Acredito na mudança do ser humano, afinal este é o maior propósito, sermos humanos. Mesmo que ainda eu julgue em muitos momentos quando gostaria apenas de compreender.

Ao terminar a escrita me percebi outra vez naquela escola que cobrava resultados, queimação no estômago. Pensei! Vou ser julgada! Fiquei com medo! Me recolhi, me aqueci como um aconchego comigo mesmo. A escola para sobreviver deve ser amada e não julgada como um carrasco. Publique! Coragem! A professora só dá 10!!!

Agora volto a sorrir e me emocionar... (a dor passou)!!!

Gratidão.

 

 

 

Ler matéria completa
Indicados para você